ENERGIA E MEIO AMBIENTE: O TRADE OFF ENTRE AS MATRIZES ENERGÉTICAS DE FONTES RENOVÁVEIS E NÃO RENOVÁVEIS NO BRASIL

Autores

  • Andréa de SOUZA UTFPR/Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Christian Luiz da SILVA UTFPR/PPGTE -Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v2i2.23290

Palavras-chave:

Preservação Ambiental, Economia, Matriz Energética

Resumo

Este artigo procurou comparar três projetos que geram energia a partir de diferentes fontes, sendo duas renováveis (hidrelétrica e biomassa) e uma fonte não renovável (petróleo). Objetivou-se verificar os possíveis impactos socioambientais gerados por cada tipo de exploração e como se inter-relacionam na definição do planejamento energético e no processo de escolha da matriz energética brasileira. A metodologia empregada foi descritiva, com a utilização de fontes bibliográficas como relatórios, balanços, boletins oficiais do governo brasileiro, a Análise de Impacto Ambiental – AIE e o Relatório de Impacto Ambiental – RIMA para cada caso selecionado. Os resultados indicaram que a despeito da existência de fontes renováveis potenciais, as projeções de crescimento da economia brasileira apontam a necessidade de ações para a diversificação da matriz energética, bem como uma redefinição no padrão de exploração dos recursos existentes considerando os futuros cenários de exaustão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréa de SOUZA, UTFPR/Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Economista, Pesquisadora, Profa. e Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia-PPGTE, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná-UTFPR.

Christian Luiz da SILVA, UTFPR/PPGTE -Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia

Prof. Dr., Pesquisador, Departamento de Gestão e Economia, Economista, PPGTE/UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia

Referências

ANP – Agência Nacional do Petróleo. ANP apresenta regulação brasileira e oportunidades de investimento na OTC-2012. Disponível em <http://anp.gov.br/?pg=60260&m=&t1=&t2=&t3=&t4=&ar=&ps=&cachebust=1339033498165> Acesso em: jan. 2012.

BALANÇO PAC 2010. Décimo balanço dos investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. Disponível em < http://www.brasil.gov.br/pac/relatorios/nacionais/10o-balanco/parte-6-habitacao> Acesso em: jun. 2012.

BEN – Balanço Energético Nacional (2012). Dados Preliminares. Disponível em <https://ben.epe.gov.br/ > Acesso em: abr. 2012.

BEN – Balanço Energético Nacional (2010). Disponível em <https://ben.epe.gov.br/ > Acesso em: abr. 2012.

BIG – Banco de Informações de Geração. Disponível em <http://www.aneel.gov.br/15.htm> Acesso em: jun. 2012.

ELETROBRÁS – Centrais Elétricas Brasileiras S.A. Informativo eletrônico: AHE Belo Monte. Edição 11, Março-Abril 2009. Disponível em: Acesso em: jun. 2012.

EPE – Empresa de Pesquisa Energética. Aspectos fundamentais de planejamento energético (Dezembro 2005). Disponível em:

<http://www.sudene.gov.br/conteudo/download/PE_Aspectos_Fundamentais.pdf Acesso em: jun. 2012.

EPE – Empresa de Pesquisa Energética. Projeto da Usina Hidrelétrica de Belo Monte Fatos e Dados. Disponível em < http://www.epe.gov.br/leiloes/Paginas/Leil%C3%A3o%20UHE%20Belo%20Monte/EPEdisponibilizaFatoseDadosePerguntasFrequentessobreBeloMonte.aspx - > Acesso em: jun. de 2011.

MACHADO, Paulo Afonso Leme. Direito ambiental brasileiro. 5ª ed. São Paulo: Malheiros Editores, 1995.

MMA - MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA. RESOLUÇÃO CONAMA Nº 001, de 23 de janeiro de 1986. Publicado no Diário Oficial da União de 17/02/86. Disponível em < http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res86/res0186.html> Acesso em: jun. 2012.

NOGUEIRA PINTO, Fabiano Augusto Castro. Défict energético. Revista Análise Econômica (Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS) Ano 8 ? 14 Novembro de 1990 p.69-75.

NORTE ENERGIA. Projeto Básico Ambiental. Versão Final, Set/2011. Volume I 1 – Caracterização. Disponível em < http://norteenergiasa.com.br/site/categoria/documentos/zz-projeto-basico-ambiental/ > Acesso em: jun. 2012.

PDEE – PLANEJAMENTO DECENAL DE EXPANSÃO DE ENERGIA 2020 Disponível em < http://www.epe.gov.br/PDEE/Forms/EPEEstudo.aspx> Acesso em: mai. 2012.

Petrobrás - Descobrimos petróleo leve na Bacia de Santos. Disponível em < http://www.petrobras.com.br/pt/noticias/descobrimos-petroleo-leve-na-bacia-de-santos/ > Acesso em: jun. 2012.

PLANALTO. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6803.htm> Acesso em: jun. 2012.

REIS, Lineu Belico dos; FADIGAS, Eliane Aparecida Faria Amaral; CARVALHO, Claudio Elias. Energia, recursos naturais e a prática do desenvolvimento sustentável. 2.ed. ver. e atual. Barueri: Manole, 2012.

RIMA BRASIL FLEX ENERGY. Dezembro de 2010. Disponível em <http://www.comitepp.sp.gov.br/popup.html > Acesso em: mai. 2012.

RIMA PETROBRÁS - Projetos Integrados de Produção e Escoamento de Petróleo e Gás Natural no Polo Pré-Sal, Bacia de Santos. Revisão 2 Março de 2011. Disponível em < siscom.ibama.gov >

Acesso em: mai. 2012.

RIMA USINA HIDRELÉTRICA DE BELO MONTE. Versão 2009. Disponível em < http://www.eletrobras.com/elb/main.asp?View=%7B46763BB8-3B05-432F-A206-C8F93CC3BA90%7D> Acesso em: mai. 2012.

ROCHA, Ednaldo Candido; CANTO, Juliana Lorensi de; PEREIRA, Pollyana Cardoso. Avaliação de impactos ambientais nos países do Mercosul. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/asoc/v8n2/28609.pdf> Acesso em: jun. 2012.

TOLMASQUIM, Mauricio Tiommo; GUERREIRO, Amilcar; GORINI, Ricardo. Matriz energética brasileira. Novos Estudos CEBRAP ? 79 Novembro de 2007 pp. 47-69.

VENTURA FILHO, Altino. O empreendimento de Belo Monte e o Planejamento e a Expansão do Sistema Elétrico Brasileiro. Ministério de Minas e Energia. Brasília, 17/05/2011. Disponível em < www.blogbelomonte.com.br/Apresentação_MME_BeloMonte.ppt> Acesso em: abr. 2012.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 3.ed. São Paulo: Atlas, 2000.

Downloads

Publicado

2012-12-30

Como Citar

SOUZA, A. de; SILVA, C. L. da. ENERGIA E MEIO AMBIENTE: O TRADE OFF ENTRE AS MATRIZES ENERGÉTICAS DE FONTES RENOVÁVEIS E NÃO RENOVÁVEIS NO BRASIL. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 2, n. 2, p. 63–84, 2012. DOI: 10.5216/teri.v2i2.23290. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/23290. Acesso em: 27 fev. 2024.