HISTÓRIA, TEORIA E LIBERDADE: SAUDAÇÃO A JÖRN RÜSEN

Autores

  • Arthur Alfaix Assis UnB

Palavras-chave:

Teoria da História, Historik, Jörn Rüsen

Resumo

A palavra história, nunca é demais lembrar, tem pelo menos dois significados. De um lado aponta para tudo aquilo que os historiadores fazem ao pesquisar materiais remanescentes do passado e escrever histórias; do outro, para um conceito-chave que empregamos para fazer sentido de experiências coletivas, experiências essas cuja significância para nós, hoje, queremos ressaltar, quando as qualificamos como “históricas”. A obra de Rüsen abrange a história nessas duas acepções básicas. A sua primeira publicação de maior fôlego foi a tese doutoral, defendida na Universidade de Colônia, em 1966, e posteriormente adaptada para publicação. Trata-se de um trabalho sobre o historiador e teórico alemão oitocentista Johann Gustav Droysen; mais especificamente sobre como as interpretações da história antiga e moderna entabuladas por Droysen estão impregnadas de premissas teóricas que ele posteriormente viria a desenvolver de modo mais sistemático (RÜSEN, 1969).

Biografia do Autor

Arthur Alfaix Assis, UnB

Professor associado de teoria e metodologia da história da Universidade de Brasília; especialista nas áreas de teoria da história e história do pensamento histórico. Doutor pela Universidade de Witten/Herdecke, Alemanha; mestre em história pela Universidade de Brasília; bacharel e licenciado em história pela Universidade Federal de Goiás.

Referências

ASSIS, Arthur Alfaix. “Jörn Rüsen contra a compensação”, Intelligere. Revista de História Intelectual, Vol. 3, No. 2, 2017, 13-33.

ASSIS, Arthur. A teoria da história de Jörn Rüsen: uma introdução, Goiânia: Ed. UFG, 2010.

AUDEN, Wystan Hugh. “D. H. Lawrence”. In: Auden, The Dyer’s Hand and other Essays. New York: Random House, 1962, 278-279.

BAROM, Willian Cipriani, “A teoria da história de Jörn Rüsen no Brasil e seus principais comentadores”, História hoje, Vol. 4, No. 8, 2015, 223-246.

DE JONG, Henk. “Historical Orientation: Jörn Rüsen’s Answer to Nietzsche and His Followers”, History and Theory, Vol. 36, No. 2, 1997, 270-288.

GADAMER, Hans-Georg, Verdade e método: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica, Petrópolis: Vozes, 1999.

GOETHE, Johann Wolfgang. “Faust. Eine Trogödie”. In: Goethes Werke. Hamburger Ausgabe, Vol. 3, München: C. H. Beck, 1986, p. 29.

MARTINS, Estevão de Rezende,“Consciência histórica, práxis e cultura. A propósito da teoria da história de Jörn Rüsen”, Síntese(Nova fase), Vol. 19, No. 56, 1992, 59-73.

RÜSEN, Jörn. Begriffene Geschichte. Genesis und Begründung der Geschichtstheorie J. G. Droysens, Paderborn: Ferdinand Schöningh, 1969.

RÜSEN, Jörn. Für eine erneuerte Historik. Studien zur Theorie der Geschichtswissenschaft, Stuttgart: Fromman-Holzboog, 1976.

RÜSEN, Jörn. Razão histórica: os fundamentos da ciência histórica [1ª ed. alemã: 1983], Brasília: Ed. UnB, 2001.

RÜSEN, Jörn. Reconstrução do passado: os princípios da pesquisa histórica[1ª ed. alemã: 1986], Brasília: Ed. UnB, 2007.

RÜSEN, Jörn. História viva: formas e funções do conhecimento histórico [1ª ed. alemã: 1989], Brasília: Ed. UnB, 2007.

RÜSEN, Jörn. Konfigurationen des Historismus. Studien zur deutschen Wissenschaftskultur, Frankfurt am Mein: Suhrkamp, 1993.

RÜSEN, Jörn. Aprendizagem histórica: fundamentos e paradigmas. Curitiba: W. A. Editores, 2012; RÜSEN, Jörn. Jörn Rüsen e o ensino de história, Curitiba: Ed. UFPR, 2010 [1ª ed. alemã: 1994].

RÜSEN, Jörn. Historische Orientierung. Über die Arbeit des Geschichtsbewußtseins, sich in der Zeit zurechtzufinden, Köln: Böhlau, 1994

RÜSEN, Jörn. Zerbrechende Zeit. Über den Sinn der Geschichte. Köln: Böhlau, 2001.

RÜSEN, Jörn. Geschichte im Kulturprozeß, Köln: Böhlau, 2002-a.

RÜSEN, Jörn. Kann Gesternbesser werden? Essays zum Bedenken der Geschichte, Berlin: Cadmos, 2002-b.

RÜSEN, Jörn. Cultura faz sentido. Orientações entre o ontem e o amanhã, Petrópolis: Vozes, 2014 [1ª ed. alemã: 2006].

RÜSEN, Jörn. Teoria da história, Curitiba: Ed. UFPR, 2015 [1ª ed. alemã: 2013].

RÜSEN, Jörn; JAEGER, Friedrich. Geschichte des Historismus. Eine Einführung, München: C. H. Beck, 1992.

WHITE, Hayden. The Content of the Form. Narrative Discourse and Historical Representation. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 1990.

WIKLUND, Martin, “Além da racionalidade instrumental: sentido histórico e racionalidade na teoria da história de Jörn Rüsen”, História da Historiografia, No. 1, 2008, 19-44.

Downloads

Publicado

28-12-2018

Como Citar

Assis, A. A. (2018). HISTÓRIA, TEORIA E LIBERDADE: SAUDAÇÃO A JÖRN RÜSEN. Rth |, 20(2), 266–273. Recuperado de https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/56519