REMEMORAÇÕES BENJAMINIANAS

Autores

  • Marcelo Brice Assis Noronha UFT - Universidade Federal do Tocantins

Palavras-chave:

História, literatura, narrativa, experiência.

Resumo

O texto que segue busca examinar o conceito de experiência, conforme exposto por Walter Benjamin em seu ensaio O Narrador. A contribuição que se pretende aqui com vistas aos debates sobre a obra do filósofo alemão é o aproximar teoria literária e sociologia na releitura do texto benjaminiano. O conceito de experiência é abordado aqui com vistas a uma teoria da modernidade: trata-se de apresentá-lo como o cerne do esforço benjaminiano em compreender as características próprias do mundo moderno tomando por base a literatura, mais especificamente a obra de Nikolai Leskov.

Biografia do Autor

Marcelo Brice Assis Noronha, UFT - Universidade Federal do Tocantins

Doutor em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás - UFG (2016), mestre em Sociologia pela mesma universidade e graduado em Ciências Sociais, também pela UFG. É professor adjunto de sociologia no curso de Ciências Sociais na Universidade Federal do Tocantins - UFT. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em teoria sociológica, sociologia da cultura, sociologia da literatura, sociologia da crítica literária e da cultura. Atuando principalmente nos seguintes temas: arte e sociedade, estética, literatura, discurso, pensamento social no brasil, poder e política.

Referências

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 7 ed., 1994. (Obras escolhidas v. 1)

______. Charles Baudelaire: um lírico no auge do capitalismo. Tradução José Martins Barbosa e Emerson Alves Baptista. São Paulo: Brasiliense, 1ªed., 1989. (Obras escolhidas v. 3)

EAGLETON, Terry. “O rabino marxista: Walter Benjamin” In:______. A Ideologia da Estética. Tradução Mauro Sá Rêgo Costa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1993.

LÖWY, Michael. Walter Benjamin: aviso de incêndio: uma leitura das teses “Sobre o conceito de história”. Tradução Wanda Nogueira Caldeira Brant. São Paulo: Boitempo, 2005.

KONDER, Leandro. Walter Benjamin: o marxismo da melancolia. Rio de Janeiro: Campus, 1988.

Downloads

Publicado

31-07-2016

Como Citar

Noronha, M. B. A. (2016). REMEMORAÇÕES BENJAMINIANAS. Rth |, 15(1), 127–139. Recuperado de https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/41049

Edição

Seção

Walter Benjamin e a teoria da história