Processos fonológicos do guineense moderno

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v34.73001

Palavras-chave:

Guineense, Palatalização do /s/ em coda e o estatuto do [ʃ] em onsets complexos, Nasalização engatilhada por coda e onset, Variação do /r/

Resumo

Este artigo analisa três fenômenos fonológicos do guineense moderno: palatalização do /s/ em coda e estatuto do [ʃ] em onsets complexos, nasalização vocálica engatilhada por coda e onset, e variação do /r/. Os itens lexicais analisados foram retirados de Scantamburlo (2002), inseridos em frases, com a realização sonora confirmada com falantes nativos. Para o context de análise, consideramos: qualidade vocálica, posição silábica e acento lexical. Os resultados indicam que a palatalização atinge a coda e o onset complexo. Atestamos a nasalização tautossilábica, diferentemente da heterossilábica. Por fim, a variação do /r/ atinge as fronteiras de palavras: codas finais e onsets iniciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BALDUINO, Amanda Macedo; AGOSTINHO, Ana Lívia dos Santos; ARAUJO, Gabriel Araujo; CHRISTOFOLETTI, Alfredo. A nasalidade vocálica em santome e lung’Ie. PAPIA, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 7-25, jan./jun. 2015.

BALDUINO, Amanda Macedo. A nasalidade no português de STP. 2018. Dissertação (Mestrado em Filologia e Língua Portuguesa) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

BALDUINO, Amanda Macedo. Processos Fonológicos no Português de São Tomé e de Santo Antônio do Príncipe. 2022. Tese (Doutorado em Filologia e Língua Portuguesa) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2022.

BANDEIRA, Manuele. Reconstrução fonológica e lexical do protocrioulo do Golfo da Guiné. 2017. Tese (Doutorado em Filologia e Língua Portuguesa) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

BOERSMA, Paul; WEENINK, David. Praat: doing phonetics by computer. Versão 6.1.35. [Amsterdam: Praat], 2020.

CHAPOUTO, Sandra Marisa da Costa. Contributo para a descrição de aspectos fonológicos e prosódicos do crioulo guineense. 2014. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Faculdade de Letras, Universidade de Coimbra, Coimbra, 2014.

COSTA, Paula Mendes. Descrição fonológica do crioulo guineense. 2014. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Centro de Artes e Comunicação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2014.

COUTO, Hildo Honório. O Crioulo Português da Guiné Bissau. Hamburg, Deutschland: Buske, 1994.

CRISTÓFARO SILVA, Thaïs. Dicionário de Fonética e Fonologia. São Paulo: Editora Contexto, 2011.

INE. Recenseamento Geral da População e Habitação - Guiné-Bissau: características socioculturais. Bissau, Guiné-Bissau: INE, 2009. Disponível em: https://www.stat-guinebissau.com/. Acesso em: 21 jan. 2020.

KENT, Raymond; READ, Charles. The Acoustic Analysis of Speech. San Diego, California: Singular Publishing Group, 1992.

KIHM, Alain. Nasality in kriol: the marked case? Journal of Pidgin and Creole languages, Paris, France, v. 1, n. 1, p. 81-107, 1986.

MATOS, Priscila Costa. A Sílaba Fonética do Guineense Moderno: a posição de Coda. 2021. Monografia (Graduação em Letras) – Instituto de Humanidades e Letras, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira, São Francisco do Conde, 2021.

MBODJ, Chérif. Phonologie du créole de Guinée-Bissau. Dakar: Centre de Linguistique Appliquée de Dakar, 1979. v. 74.

MORAES, João; WETZELS, Leo. Sobre a duração dos segmentos vocálicos nasais e nasalizados em português: um exercício da fonologia experimental. Cadernos de Estudos linguísticos, Campinas, SP, v. 23, [s. n.], p. 153-166, 1992.

ROUGÉ, Jean-Louis. Petit dictionnaire étymologique du kriol de Guinée Bissau et de Casamance. Bissau: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa, 1988.

SCANTAMBURLO, Luigi. Dicionário do guineense. Dicionário guineense/português. Bissau: Edições FASPEBI, 2002. v. 2.

SCANTAMBURLO, Luigi. Gramática e dicionário da língua Criol da Guiné-Bissau (GCr). Bologna: Editrice Missionaria Italiana, 1981.

SELKIRK, Elisabeth. The syllabe. In: HULST, H. Van der; SMITH, Norval (ed.). The Structure of Phonological representations. Dordrecht, Nederland: Foris, 1982. p. 337-383.

WETZELS, Leo. Consoantes palatais como geminadas fonológicas no Português Brasileiro. Revistas de Estudos Linguísticos, Belo Horizonte, v. 9, n. 2, p. 5-15, 2000.

Downloads

Publicado

2022-12-19

Como Citar

DA ANUNCIAÇÃO SANTOS, N.; FREITAS, S.; MACEDO BALDUINO, A.; BANDEIRA, M. Processos fonológicos do guineense moderno. Signótica, Goiânia, v. 34, p. e73001, 2022. DOI: 10.5216/sig.v34.73001. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/73001. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Estudos Linguísticos