Quase moderno: uma leitura do memorial de Aires

Autores

  • Wilton Cardoso Moreira

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v12i1.7123

Resumo

O romance Memorial de Aires, de Machado de Assis, tem por tema os idílios
amorosos e as futilidades de personagens pertencentes à elite brasileira do fim
do século XIX. Este estudo se propõe a mostrar como a narrativa, sob a fachada
da amenidade e do descompromisso, é perpassada pelos impasses da sociedade
brasileira daquela época – e quiçá da atualidade –, indecisa entre o tradicional
e o moderno, entre o conservadorismo e a mudança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-09-04

Como Citar

MOREIRA, W. C. Quase moderno: uma leitura do memorial de Aires. Signótica, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 129–142, 2009. DOI: 10.5216/sig.v12i1.7123. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/7123. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo