Fera de Macabu: o romance-reportagem de um condenado à morte

Autores

  • Rildo Cosson

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v12i1.7120

Resumo

Após realizar uma intensa pesquisa sobre o processo judicial que levou o
fazendeiro Manoel da Motta Coqueiro à morte por enforcamento, Carlos Marchi
escreveu Fera de Macabu: a história e o romance de um condenado à morte.
A primeira parte do título se refere ao epíteto dado pelos jornais da época ao
fazendeiro acusado de exterminar uma família de colonos em Macabu. A segunda
procura justificar a opção do autor por uma narrativa que mistura jornalismo,
história e literatura. Tal localização remete a obra, segundo a leitura que aqui
propomos, ao romance-reportagem como um gênero que é, ao mesmo tempo,
jornalístico e literário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-09-04

Como Citar

COSSON, R. Fera de Macabu: o romance-reportagem de um condenado à morte. Signótica, Goiânia, v. 12, n. 1, p. 99–110, 2009. DOI: 10.5216/sig.v12i1.7120. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/7120. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo