De corpo presente: a performatividade da presença-ausência

Autores

  • Eliane Marquez da Fonseca Fernandes

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v20i2.6081

Resumo

Este artigo é uma reflexão sobre a performatividade proposta por Austin com a finalidade de problematizar a noção de linguagem como ação. Baseamo-nos nas ideias de desconstrução de Derrida; apoiamo-nos nos modos de interpretação da corporalidade desenvolvidos por Butler e Grosz e levantamos questionamentos no campo polêmico do corpo que fala para debater as possibilidades ilocucionárias de um corpo inerte. Queremos entender como um corpo comunica a partir de sua materialidade e se pode fazê-lo mesmo sem vida.

PALAVRAS-CHAVE: performativo, rito, ação, corpo, morte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-04-27

Como Citar

FERNANDES, E. M. da F. De corpo presente: a performatividade da presença-ausência. Signótica, Goiânia, v. 20, n. 2, p. 275–296, 2009. DOI: 10.5216/sig.v20i2.6081. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/6081. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo