Advérbios locativos em notícias jornalísticas: uma abordagem morfossintática

  • Adriana Castro Xavier Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, Bahia, Brasil.
  • Gessilene Silveira Kanthack niversidade Federal de Santa Catarina (UFCS), Florianópolis, Santa Catarina Brasil
Palavras-chave: Advérbio locativo, Notícias jornalísticas, Morfossintaxe

Resumo

Considerando estudos de base funcionalista (NEVES, 2002, 2011; CASTILHO, 2014; entre outros), apresentamos, neste artigo, uma descrição e análise do comportamento morfossintático do advérbio locativo em leads presentes em chamadas de capa dos jornais Folha de São Paulo e A Tarde. Comprovamos que, em ambos os jornais, ele foi utilizado em sua forma composta, assumindo não apenas a função sintática de adjunto adverbial, que comumente lhe é atribuída nas gramáticas de orientação normativa, mas, também, a de adjunto adnominal e complemento verbal, funções essas que determinam o seu posicionamento na sentença.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Castro Xavier, Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, Bahia, Brasil.

Mestrado em linguagens e representações pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC),
Ilhéus, Bahia, Brasil.

Publicado
29-11-2019
Como Citar
Xavier, A. C., & Kanthack, G. S. (2019). Advérbios locativos em notícias jornalísticas: uma abordagem morfossintática. Signótica, 31. https://doi.org/10.5216/sig.v31.56042
Seção
Estudos Linguísticos