Uma leitura intercultural de The Goophered Grapevine de Charles W. Chesnutt e de Marse Chan de Thomas Nelson Page: representação racial em contos do Sul estadunidense pósguerra civil

Autores

  • Dilys Karen Rees Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil
  • Danilo Neves Pereira Centro de Línguas (CL). Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil https://orcid.org/0000-0002-5975-1111

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v30i2.47893

Palavras-chave:

Literatura Afro-americana. Literatura Americana. Literatura Sulista. Interculturalidade.

Resumo

Este artigo propõe analisar dois contos sobre o Sul dos Estados Unidos pré-guerra civil. O primeiro conto é Marse Chan de Thomas Nelson Page e o outro é The Goophered Grapevine de Charles W. Chesnutt. Para enriquecer a discussão, nós primeiro revisamos a literatura escrita por negros americanos sobre a escravidão durante o período anterior à guerra civil, em particular os trabalhos de Harriet Ann Jacobs e Frederick Douglass, e prosseguimos a articular que o escritor afro-americano Chesnutt é mais capaz de descrever uma narrativa complexa sobre a escravidão no Sul dos Estados Unidos do que o Page. A relevância da nossa análise se baseia em uma postura intercultural que entende não apenas a importância de ler-se literatura interculturalmente, mas que também reconhece que entender outras culturas e literaturas nos ajuda a melhor compreender nós mesmos e as culturas dentro das quais estamos inseridos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dilys Karen Rees, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

Danilo Neves Pereira, Centro de Línguas (CL). Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

Aluno do programa de pós-graduação em Letras e Linguística da Universidade Federal de Goiás e professor do Centro de Línguas da Universidade Federal de Goiás.

Publicado

2018-04-24

Como Citar

KAREN REES, D. .; NEVES PEREIRA, D. . Uma leitura intercultural de The Goophered Grapevine de Charles W. Chesnutt e de Marse Chan de Thomas Nelson Page: representação racial em contos do Sul estadunidense pósguerra civil. Signótica, Goiânia, v. 30, n. 2, p. 225–246, 2018. DOI: 10.5216/sig.v30i2.47893. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/47893. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo