A educação em saúde como estratégia na prevenção da gravidez na adolescência. Um estudo de caso em formoso do Araguaia (TO)

Autores

  • Emilia Cristina Baptistella Ferreira
  • Ruth Ana Malves
  • José Leite de Sá Neto
  • Leandra Cristhyne de Souza Barros
  • Estelamaris Tronco Monego

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v6.59828

Resumo

Estudo qualitativo do tipo descritivo, cujo objetivo foi analisar as ações de educação em saúde na
prevenção da gravidez na adolescência. A coleta de dados, feita em uma escola da rede pública de Formoso do
Araguaia-TO, no ano de 2000, possibilitou uma análise comparativa com a freqüência de ocorrência de gestação
na adolescência no ano de 2003. O objetivo do estudo foi analisar a eficiência das ações educativas do Programa
Saúde da Família implantado no município no hiato compreendido entre as duas avaliações. Os resultados
apontam que o número de adolescentes grávidas decresceu de maneira satisfatória na escola estudada,
evidenciando que ações de informação tendem a ser eficazes na redução de eventos adversos, a exemplo da
gestação na adolescência. Conclui-se que ações educativas cujo conteúdo seja informar os adolescentes sobre
riscos e prejuízos de uma gravidez precoce, bem como sobre sua prevenção, são oportunos como medidas de
promoção da saúde desenvolvidas pelas equipes Saúde da Família.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05-08-2019

Como Citar

FERREIRA, E. C. B.; MALVES, R. A.; NETO, J. L. de S.; BARROS, L. C. de S.; MONEGO, E. T. A educação em saúde como estratégia na prevenção da gravidez na adolescência. Um estudo de caso em formoso do Araguaia (TO). Revista UFG, Goiânia, v. 6, n. especial, 2019. DOI: 10.5216/revufg.v6.59828. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/59828. Acesso em: 17 jul. 2024.