RUÍNAS DA MEMÓRIA

Autores

  • Gustavo Neiva Coelho

Resumo

Um momento de considerável desenvolvimento econômico no Estado de Goiás aconteceu no início do século XX quando, respondendo a um projeto que teve origem no século XIX, foram inauguradas as primeiras estações da rede ferroviária na região sudeste do estado. A ferrovia incentivou a produção agropecuária, que encontrava agora rápido escoamento para os centros consumidores do Rio de Janeiro e São Paulo. Algumas cidades como Catalão e Ipameri, não se contentando com a exportação do produto in natura, deram inicio a um processo de industrialização, embarcando, nos vagões ferroviários, o couro, a manteiga, as mantas de charque e grãos limpos em lugar do animal em pé e dos produtos agrícolas em casca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-08-2017

Como Citar

NEIVA COELHO, G. RUÍNAS DA MEMÓRIA. Revista UFG, Goiânia, v. 13, n. 11, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48388. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Ensaio Visual