UMA CRÔNICA DA VIDA SOBRE OS TRILHOS

Autores

  • Valdirene Maria de Araújo Gomes

Resumo

A história de minha família com a ferrovia começou muito antes de eu nascer. Nos idos da década de 1950, meus dois avôs trabalharam por algum tempo na construção da ferrovia da antiga Estrada de Ferro Goiás. Na verdade, a passagem de ambos pela ferrovia durou pouco, pois a precariedade das condições de trabalho e, principalmente, o longo atraso nos salários os levaram a desistir do serviço. Naquela época, a linha férrea já havia chegado à região de Leopoldo de Bulhões e estava sendo expandida em direção a Goiânia e Brasília. O trabalho de construí-la era pesado, pois os trabalhadores não tinham equipamentos adequados: as ferramentas disponíveis limitavam-se, em sua maioria, a objetos simples, tais como pás, picaretas, marretas, serras, soquetes, e todo o trabalho era feito manualmente. Como muitas coisas ainda estavam no começo, esses trabalhadores... (...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-08-01

Como Citar

DE ARAÚJO GOMES, V. M. UMA CRÔNICA DA VIDA SOBRE OS TRILHOS. Revista UFG, Goiânia, v. 13, n. 11, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48385. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Mundo Digital e a Universidade