Porto do Rio – o desafio de cultivar a escala humana

Autores

  • Ana Carmen Amorim Jara Casco

Resumo

A região do Cais do Porto, no Rio de Janeiro, se estende pela paisagem costeira da cidade voltada para o interior da Baía da Guanabara deste o Morro de São Bento, onde se localiza o mosteiro beneditino aí fundado em 1590, até aproximadamente a Casa de Banhos D. João VI, no Caju, construída em 1810. Estes dois marcos edificados, distantes aproximadamente oito quilômetros e dois séculos um do outro, testemunham “situações urbanas”2 que se justapõem até os dias atuais na ocupação do território que ao longo do tempo se conformou como espaço urbano voltado para funções portuárias. Um interessante panorama das transformações geográficas e urbanísticas pode ser observado ao analisarmos originais da cartografia da cidade guardados, por exemplo, no acervo da Biblioteca Nacional ou em publicações como o Atlas da evolução urbana do Rio de Janeiro... (Continua...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-08-01

Como Citar

JARA CASCO, A. C. A. Porto do Rio – o desafio de cultivar a escala humana. Revista UFG, Goiânia, v. 12, n. 8, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48305. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos