Corpo em cena

Autores

  • Silvana Matias Freire

Resumo

Em busca de um corpo novo. Newton Murce investiga exaustivamente, em sua obra Corpoiesis: a criação do ator, o caminho que leva à produção de um corpo para a cena. O caminho escolhido para empreender essa investigação é a repetição nos ensaios de teatro. O autor adverte, apesar do termo, não se trata de repetir de forma idêntica; ao contrário, aponta sempre para uma diferença que surge a cada repetição do mesmo. A pesquisa de Murce vincula-se teoricamente ao campo psicanalítico. Os conceitos utilizados estão ligados à construção lacaniana sobre os registros do real, do simbólico e do imaginário articulados no nó de Borromeu. O nó é uma figura topológica que enlaça, sob a forma de um aro, três cordas. Esse nó apresenta a curiosidade de desmanchar-se se apenas uma das cordas for liberada. O psicanalista Jacques Lacan tomou emprestada essa figura do matemático Guilbaut, utilizando-a como uma escritura em três registros: real, simbólico e imaginário, para tratar da constituição subjetiva e das vicissitudes das estruturações psíquicas (Continua...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-07-31

Como Citar

MATIAS FREIRE, S. Corpo em cena. Revista UFG, Goiânia, v. 11, n. 7, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48269. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Críticas e Resenhas