Carta aberta de Günter Grass a Anna Seghers, 14 de agosto de 1961

Autores

  • Ingrid von der Weyhe

Resumo

No dia 9 de novembro deste ano de 2009 comemora-se o vigésimo aniversário da queda do muro de Berlim, muro que na verdade, rasgava também de norte a sul a Alemanha inteira. Todo júbilo provocado por este acontecimento histórico nos leva a recordar de como tudo começou. Como consequência da chamada guerra fria este muro foi edificado, na noite de 13 para 14 de agosto de 1961, de maneira rápida e surpreendente. De início, constituía-se de arame farpado, quase intransponível, para posteriormente erigir-se, gradualmente, na solidez do concreto cinza, permanecendo então por 28 anos dividindo os alemães em dois Estados. Todos foram apanhados de surpresa pela construção, provocando a mais forte indignação, tanto do lado ocidental como oriental da cidade de Berlim, em toda a população alemã. Muitos foram os que tentaram rebelar-se, havendo até os que entregaram sua vida em protestos. O escritor Günter Grass, em sua perplexidade, escreve, no calor do próprio dia 14 de agosto de 1961, uma carta à sua colega Anna Seghers, que vive então na parte leste de Berlim, tentando o diálogo e buscando dar vazão ao seu profundo repúdio aos acontecimentos que vivenciava. (Continua...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-07-31

Como Citar

VON DER WEYHE, I. Carta aberta de Günter Grass a Anna Seghers, 14 de agosto de 1961. Revista UFG, Goiânia, v. 11, n. 7, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48264. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Tradução