UM TURISTA ESPANHOL EM GOIÁS NA DÉCADA DE 1930

Autores

  • Antón Corbacho Quintela

Resumo

Na década de 1930 um cento de espanhóis residia como imigrantes no Estado de Goiás. Todavia, a única publicação, nessa década e no Brasil, de autoria espanhola em relação a Goiás foi composta por um sujeito que percorreu o estado agindo como turista. Ele não se deslocou a Goiás na procura de trabalho; esse turista, como estrangeiro, chegou a Goiás porque, para se entreter, decidira observar e apreender, in loco, as características de um território diferente ao seu. Referimo-nos ao professor José Casais Santaló, espanhol natural da Galiza, jurista, economista e diplomata, quem incluiu as suas impressões de viagem no livro Un turista en el Brasil, publicado em 1940, no Rio de Janeiro pela Imprenta de Franz Timon. Esse livro é qualificado pelo seu autor como “un libro de viajes documentado con fotografías” e é conseqüência da decisão que ele tomara de se deixar ficar no Brasil enquanto não se resolvia a Guerra Civil na Espanha. José Casais fez questão de ressaltar que, em plena Guerra Civil espanhola, ele, deliberadamente, fizera turismo no Brasil, sobretudo nos sertões do Brasil, na procura da autenticidade brasílica – da brasilidade –, comportando-se como turista e compondo uma narrativa do ponto de vista de um turista. (Continua...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-07-31

Como Citar

QUINTELA, A. C. UM TURISTA ESPANHOL EM GOIÁS NA DÉCADA DE 1930. Revista UFG, Goiânia, v. 10, n. 5, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48217. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Memória