Jornalismo impresso: reinvenção ou decadência

Autores

  • Luiz Antonio Magalhães

Resumo

A imprensa brasileira vive hoje uma situação bem diferente do que a de meia década atrás, quando as perspectivas para a maioria dos grandes meios de comunicação eram sombrias e o futuro, incerto. De fato, em 2003, o debate no setor de mídia girava em torno da dimensão necessária para um programa emergencial de refinanciamento destinado aos maiores conglomerados de mídia do País, nos moldes do que foi criado anos antes para manter a saúde do sistema financeiro nacional e que ficou conhecido como Proer. O grande entrave para o crescimento do setor era a soma das dívidas das empresas de comunicação, então calculada em R$ 10 bilhões e em boa parte fruto da desvalorização cambial de 1999 e de cálculos superestimados sobre a demanda por TV paga e Internet, em cuja infra-estrutura foram realizados pesados investimentos. (Continua...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-07-31

Como Citar

MAGALHÃES, L. A. Jornalismo impresso: reinvenção ou decadência. Revista UFG, Goiânia, v. 10, n. 5, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48205. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Mundo Digital e a Universidade