Relato de uma expedição processante

Autores

  • Wolney Nunes

Resumo

Em 1937, publicava Guilherme Figueiredo Coelho na cidade de Goiás seu diário intitulado Expedição histórica nos sertões de Goiás. O autor, escrivão da Secretaria de Segurança Pública estadual, havia sido designado para acompanhar o juiz de Direito Celso Calmon Nogueira da Gama, da Comarca da então Pouso Alto (atual Piracanjuba), num inquérito que visava apurar problemas com o Fisco em São José do Duro (hoje Dianópolis). Na vila do Duro, a família Wolney havia entrado em atrito com o juiz e o coletor locais, com ameaças e coações que levaram os oficiais a abandonar seus postos. Com isso, a cidade ficara entregue à sua própria sorte. Assim, no dia 30 de julho de 1918, a comitiva parte da cidade de Goiás, com destino ao Duro, aonde chegam em 4 de outubro. Além do juiz e de nosso autor, integram a comitiva um promotor e uma força militar de cerca de 40 homens. Coelho aproveita os mais de dois meses de viagem pelos sertões goianos para fazer anotações sobre tudo que vê, ao longo dos 906 quilômetros. Hoje, a cidade de Dianópolis faz parte do Tocantins, já não provoca as disputas de outrora e o autor segue um ilustre desconhecido. Dele sabe-se apenas que nasceu na cidade de Goiás, em 10 de outubro de 1882, filho de Joaquim Ferreira Coelho e de Antônia Ludovico Coelho, tia de Pedro Ludovico Teixeira, futuro interventor federal no Estado de Goiás. Seu relato foi impresso nas oficinas gráficas do Popular, jornal da empresa J. Câmara & Cia. Mais tarde, o autor mudou-se se para Goiânia, onde faleceu em 1967, aos 85 anos. Postumamente recebeu algumas homenagens, como a comenda Pedro Ludovico Teixeira, do governo estadual, e o diploma de Pioneiro, da prefeitura de Goiânia, ambos em 1992. (Continua...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-07-2017

Como Citar

NUNES, W. Relato de uma expedição processante. Revista UFG, Goiânia, v. 9, n. 4, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48187. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Memória