BIODIESEL: A OPORTUNIDADE PARA GOIÁS PRATICAR O DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO

Autores

  • Nelson Roberto Antoniosi Filho

Resumo

A busca de recursos energéticos renováveis é hoje um desafio em todo o planeta. As reservas de petróleo encontram-se localizadas principalmente em zonas de conflito armado, e o seu esgotamento é próximo e inevitável. Como forma de evitar a ocorrência de outra crise energética interna, como a que ocorreu em 2001 durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, o Governo Lula instituiu o Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (http://www.biodiesel.gov.br/ rede.html). Do ponto de vista científico, o programa possui seis áreas temáticas relacionadas à pesquisa, desenvolvimento e implementação da política de incentivo à produção e uso do biodiesel. São elas: a produção agropecuária da matéria-prima de óleos vegetais e a de gordura animal; a extração do óleo e a produção de biodiesel; a caracterização e o controle da qualidade da matéria-prima e do biodiesel produzido; o estudo das condições de armazenamento do biodiesel; a geração de produtos economicamente viáveis a partir da glicerina formada durante a síntese de biodiesel e os testes de uso do biodiesel em motores automotivos e estacionários. É com esse programa energético que se pretende produzir combustível renovável para motores veiculares e estacionários. Esse combustível pode ser obtido pela reação química entre óleos e gorduras vegetais e animais, com álcoois metanol ou etanol, catalisada pela presença de substâncias básicas, tais como os hidróxidos de sódio e potássio. Já que o Brasil é um grande produtor de etanol, a preferência é pelo uso desse álcool. (Continua...)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-07-2017

Como Citar

ANTONIOSI FILHO, N. R. BIODIESEL: A OPORTUNIDADE PARA GOIÁS PRATICAR O DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO. Revista UFG, Goiânia, v. 8, n. 1, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48080. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos