A remissão à memória coletiva na escrita Wajãpi em português segunda língua

Autores

  • Lilian Abram dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.5216/racs.v3i1.55397

Palavras-chave:

Wajãpi, Tradição oral, Português como segunda língua

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar os resultados da análise de textos
escolares de autoria wajãpi escritos em português como segunda língua.
O foco da análise foi a descrição e interpretação das marcas textuais
que fazem referência à memória coletiva do povo Wajãpi. A remissão à
memória coletiva é uma das formas constitutivas dos modos de produzir
e transmitir conhecimento da tradição oral. Os Wajãpi, povo indígena
habitante do Amapá (BR), são um povo predominantemente de tradição
oral em contato recente com práticas sociais letradas. A investigação foi
feita em um corpus longitudinal, recolhido durante minha experiência
docente junto a esse povo. Os autores dos textos são jovens e adultos que
integraram a primeira geração de Wajãpi a frequentar a escola. Verificouse
que na produção escrita escolar em português, dos jovens e adultos, a memória coletiva de seu povo é acessada frequentemente. Este trabalho é um recorte dos resultados apresentados em minha tese de doutorado.  Palavras-chave: Wajãpi; Tradição oral; Português como segunda língua.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

11-10-2018

Como Citar

Santos, L. A. dos. (2018). A remissão à memória coletiva na escrita Wajãpi em português segunda língua. Articulando E Construindo Saberes, 3(1). https://doi.org/10.5216/racs.v3i1.55397