DESEMPENHO DE LINHAGENS DE SOJA EM DIFERENTES LOCAIS E ÉPOCAS DE SEMEADURA EM GOIÁS

Autores

  • Américo Nunes Nunes da Silveira Neto
  • Edson de Oliveira
  • Adriano Borges de Oliveira
  • Cláudio Roberto Cardoso de Godoi
  • Cláudio Lásaro de Oliveira Prado
  • José Baldin Pinheiro

Palavras-chave:

Glycine max, fenologia, produtividade

Resumo

Este trabalho teve por objetivo estudar o comportamento produtivo de genótipos de soja em quatro épocas de semeaduras e três locais. O material experimental envolveu quatorze linhagens experimentais de soja e quatro cultivares comerciais, utilizadas como testemunhas. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com três repetições, sendo cada parcela representada por quatro fileiras de plantas, de 5,0 m, espaçadas de 0,5 m entre si. Os caracteres avaliados foram o número de dias para o florescimento, o número de dias para a maturidade, a altura das plantas na maturidade e a produtividade de grãos. Os resultados permitiram concluir que a cultivar Conquista apresentou a maior produtividade de grãos, no conjunto dos onze ambientes avaliados; entre as linhagens experimentais, destacaram-se L-07, L-09, L-11, L-12, L-13, L-14, L-16 e L-113; e, o local Goiânia apresentou a maior produtividade de grãos em relação aos demais locais, para todas as épocas.

PALAVRAS-CHAVE: Glycine max; fenologia; produtividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02-11-2007

Como Citar

NETO, A. N. N. da S.; OLIVEIRA, E. de; OLIVEIRA, A. B. de; GODOI, C. R. C. de; PRADO, C. L. de O.; PINHEIRO, J. B. DESEMPENHO DE LINHAGENS DE SOJA EM DIFERENTES LOCAIS E ÉPOCAS DE SEMEADURA EM GOIÁS. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 35, n. 2, p. 103–108, 2007. Disponível em: https://revistas.ufg.br/pat/article/view/2257. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo Científico