COMBATE AO RACISMO PELO “CENTRO DE CULTURA NEGRA - NEGRO COSME” DE IMPERATRIZ (MA)

Autores

  • Domingos Alves de Almeida Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, Rio de Janeiro, Brasil, domingosaa@id.uff.br https://orcid.org/0000-0002-1857-8201
  • Idayane da Silva Ferreira Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Imperatriz, Maranhão, Brasil, idayaneferreira@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-0532-9644
  • Maria Luísa Rodrigues de Sousa Centro de Cultura Negra – Negro Cosme (CCN-NC), Imperatriz, Maranhão, Brasil, marilusol@hotmail.com https://orcid.org/0000-0002-2187-0238

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v46i3.68320

Resumo

Este trabalho tem como objetivo discutir e analisar o histórico de atuação do “Centro de Cultura Negra - Negro Cosme” (CCN-NC) no combate ao racismo e na promoção de cidadania e direitos humanos em Imperatriz (MA). Para o referencial teórico recorremos a Sousa (2013), Gomes (2012), Munanga (2005), Almeida (2018, 2020) e outros. Adotamos na metodologia a pesquisa bibliográfica, documental e entrevista estruturada. Apontamos a atuação do Centro, empenhada em garantir os direitos humanos e o exercício da cidadania da população negra em Imperatriz (MA). Sua forma de fazer militância social lhe assegura um caráter de movimento negro educador, que busca combater o racismo a partir do interior das estruturas sociais em que o preconceito racial está arraigado.

PALAVRAS-CHAVE: Racismo. Direitos Humanos. Cultura Negra. Imperatriz (MA).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Domingos Alves de Almeida, Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, Rio de Janeiro, Brasil, domingosaa@id.uff.br

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano pelo Instituto de Arte e Comunicação Social - IACS II, da Universidade Federal Fluminense - UFF. Mestre em Integração Contemporânea da América Latina - ICAL e Especialista em Relações Internacionais Contemporâneas - RIC, ambos pelo Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política - ILAESP, da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA. Graduado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Campus de Imperatriz.

Idayane da Silva Ferreira, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Imperatriz, Maranhão, Brasil, idayaneferreira@gmail.com

Mestranda em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Especialista em Assessoria de Comunicação Empresarial e Institucional pela UFMA. Graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela UFMA.

Maria Luísa Rodrigues de Sousa, Centro de Cultura Negra – Negro Cosme (CCN-NC), Imperatriz, Maranhão, Brasil, marilusol@hotmail.com

Possui graduação em Licenciatura Plena em Letras pela Universidade Estadual do Tocantins. Atualmente é professora da Secretaria de Educação do Estado do Tocantins e na Secretaria de Educação do Estado do Maranhão estando na Coordenação de Educação da Igualdade Racial - CEIRI. Militante e fundadora do Centro de Cultura Negra Negro Cosme em Imperatriz - MA. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História e Cultura Afro Brasileira e Africana.

Downloads

Publicado

2021-12-24

Como Citar

ALMEIDA, D. A. de; FERREIRA, I. da S.; SOUSA, M. L. R. de . COMBATE AO RACISMO PELO “CENTRO DE CULTURA NEGRA - NEGRO COSME” DE IMPERATRIZ (MA). Revista Inter Ação, Goiânia, v. 46, n. 3, p. 1460–1474, 2021. DOI: 10.5216/ia.v46i3.68320. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/68320. Acesso em: 19 maio. 2022.