ESPÉCIES VEGETAIS UTILIZADAS NA ALIMENTAÇÃO DE Podocnemis unifilis, Troschel 1948 (REPTILIA, TESTUDINAE, PELOMEDUSIDAE) NA REGIÃO DO PRACUÚBA -AMAPÁ-BRASIL

Autores

  • Rubens da Rocha Portal
  • Maria Auxiliadora S. Lima
  • Vera Lúcia Ferreira Luz
  • Yeda Soares de Lucena Bataus
  • Isaías José dos Reis

DOI:

https://doi.org/10.5216/cab.v3i1.277

Resumo

Foram obtidas, junto às comunidades que vivem às margens dos rios e lagos da região do Pracuúba, Estado do Amapá, informações sobre 35 espécies vegetais que fazem parte da alimentação natural de Podocnemis unifilis (tracajá). Após a identificação dos vegetais, procedeu-se à coleta de suas partes comestíveis, para posteriores classificação taxonômica e análise química. Foram encontrados vegetais de 21 famílias botânicas, sendo que as famílias Leguminosae e Graminae ocorreram em 22,81% e 8,57% do total. A caracterização físico-química mostrou a composição centesimal quanto aos níveis de proteína, lipídios, cálcio, fósforo, potássio e magnésio, fibra bruta e de resíduo mineral fixo. Dentre os vegetais analisados, 12 espécies mostraram teores de proteína superiores a 10%. Dentre estas, oito espécies apresentaram boa possibilidade de servirem como ingredientes de uma ração regional, em função de suas propriedades nutricionais e de sua disponibilidade na natureza. São elas: Commelina longicaulis (maria-mole) (20,78%), Polyganum acuminatum (pimenteira brava) (20,19%); Aschymene sensitiva (corticeira) (19,93%); Macrolobium acaiae folium (jandaruá) (17,06%); Oryza glandiglumes (canarana grande) (15,00%); Thalia geniculata (14,14%); Nymphaeae rudgeana (11,55%) e Hymenachine amplexicaulis (10,11%). PALAVRAS-CHAVE: Podocnemis unifilis, tracajá, alimentação de quelônios na natureza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-10-24

Como Citar

PORTAL, R. da R.; LIMA, M. A. S.; LUZ, V. L. F.; BATAUS, Y. S. de L.; REIS, I. J. dos. ESPÉCIES VEGETAIS UTILIZADAS NA ALIMENTAÇÃO DE Podocnemis unifilis, Troschel 1948 (REPTILIA, TESTUDINAE, PELOMEDUSIDAE) NA REGIÃO DO PRACUÚBA -AMAPÁ-BRASIL. Ciência Animal Brasileira / Brazilian Animal Science, Goiânia, v. 3, n. 1, p. 11–19, 2006. DOI: 10.5216/cab.v3i1.277. Disponível em: https://revistas.ufg.br/vet/article/view/277. Acesso em: 18 abr. 2024.

Edição

Seção

Produção Animal