A EDUCAÇÃO COM BASE EM UMA FORMAÇÃO PARA A EMANCIPAÇÃO: UMA REFLEXÃO

Autores

  • Maria do Rosário Resende

DOI:

https://doi.org/10.5216/ia.v28i1.1439

Resumo

O propósito deste artigo é refletir acerca da educação baseada na formação para a emancipação, tendo a teoria crítica da sociedade como suporte teórico. A sociedade burguesa privou a formação cultural de sua base, ou seja, da apropriação subjetiva da cultura, impedindo a constituição de um indivíduo autônomo, emancipado, surgindo com isso uma pseudoformação, uma perda da capacidade de se fazerem experiências formativas. A educação teria como responsabilidade a produção de uma consciência verdadeira, de uma autoreflexão crítica. Uma educação, portanto, para a contradição e para a resistência, sendo a reflexão e a discussão da formação cultural dos professores fundamentais na busca de uma educação emancipatória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-08-14

Como Citar

RESENDE, M. do R. A EDUCAÇÃO COM BASE EM UMA FORMAÇÃO PARA A EMANCIPAÇÃO: UMA REFLEXÃO. Revista Inter Ação, Goiânia, v. 28, n. 1, p. 37–49, 2007. DOI: 10.5216/ia.v28i1.1439. Disponível em: https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/1439. Acesso em: 15 ago. 2022.