CAMINHOS DE PESQUISA: O QUE DIZEM OS DOCUMENTOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PORTO ALEGRE SOBRE O TRABALHO COLETIVO

Autores

  • Fabiano Bossle UFRGS
  • Vicente Molina Neto UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v11i2.2906

Palavras-chave:

Trabalho Coletivo, Proposta Político-Pedagógica, Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre, Análise de Documentos

Resumo

Este artigo trata do trabalho coletivo dos professores de Educação Física da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre. Através da análise de documentos da Secretaria Municipal de Educação, na pesquisa que está em andamento esse procedimento é de fundamental importância para compreender o espaço de trabalho docente nesta Rede de Ensino. A análise dos documentos permitiu compreender que embora tenham ocorrido mudanças na gestão da Secretaria, o trabalho coletivo permanece como possibilidade de concretização da Proposta Político-Pedagógica nas Escolas Municipais desta cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiano Bossle, UFRGS

Doutorando no PPGCMH/UFRGS, Professor da RMEPOA, UNIVATES e FACOS.

Vicente Molina Neto, UFRGS

Professor de graduação e Pós-graduação na ESEF/UFRGS – apoio CNPq

Downloads

Publicado

2008-08-15

Como Citar

BOSSLE, F.; MOLINA NETO, V. CAMINHOS DE PESQUISA: O QUE DIZEM OS DOCUMENTOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PORTO ALEGRE SOBRE O TRABALHO COLETIVO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 11, n. 2, p. 149–158, 2008. DOI: 10.5216/rpp.v11i2.2906. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/2906. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Seção Livre