MATERIALISMO HISTÓRICO E HISTÓRIA DO CINEMA

Autores

  • Nildo Viana Professor da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v11i2.9064

Resumo

A historiografia tradicional do cinema é descritiva e pouco contribui para um entendimento das mutações do processo de produção dos filmes e dos conteúdos veiculados por eles. Os poucos estudos de orientação marxista sobre o cinema padecem de problemas metodológicos e teóricos devido à influência da teoria do reflexo de Lênin e da estética realista dela derivada. O materialismo histórico assume, portanto, um papel fundamental para ultrapassar tantos os limites da historiografia tradicional do cinema quanto as contribuições pretensamente marxistas nesta área. As categorias de totalidade e determinação fundamental e os conceitos de capitalismo, luta de classes, ideologia, entre outros, são a chave para a produção de uma reconstituição histórica do cinema tendo por base o materialismo histórico.

PALAVRAS-CHAVE-: história do cinema, materialismo histórico, filme, totalidade, ideologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-03-13

Como Citar

VIANA, N. MATERIALISMO HISTÓRICO E HISTÓRIA DO CINEMA. História Revista, Goiânia, v. 11, n. 2, 2010. DOI: 10.5216/hr.v11i2.9064. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/9064. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Dossiê