Um arremedo de penitenciária

trabalho e punição na Cadeia Pública de Fortaleza (1850 - 1889)

Autores

  • Silviana Mariz Unilab

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v27i1.73926

Palavras-chave:

Trabalho, Cadeia Pública, Século XIX

Resumo

O presente artigo aborda as relações entre trabalho, prisão e cidadania no Ceará a partir de estudo sobre a sua primeira Cadeia Pública, construída no século XIX. Com a pretensão de ser mais um instrumento de adequação da cidade de Fortaleza aos ideais das “nações civilizadas”, a Cadeia Pública foi marcada pela precariedade de recursos e das formas de uso do trabalho de presos como pena e readequação do indivíduo às normas da sociedade. Os relatórios provinciais analisados elencam as dificuldades do projeto e as diferentes concepções sobre a função do trabalho de presos antes e depois da abolição da escravatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ASSEMBLEIA PROVINCIAL DO CEARÁ (ALP). Relatório do Chefe de Polícia Interino Julio Barbosa de Vasconcellos. Biblioteca da Assembleia Legislativa do Ceará, 1876.

ASSEMBLEIA PROVINCIAL DO CEARÁ (ALP). Falla do chefe de polícia Olympio Manoel dos Santos Vital. Fortaleza: Biblioteca da Assembleia Legislativa do Ceará, 1887.

BARROSO, José Liberto. Compilação das leis provinciaes do Ceará, comprehendendo os annos de 1835 a 1861. Rio de Janeiro: Typographia Universal de Laemmert, 1863.

BRETAS, Marcos Luiz; MAIA, Clarissa N.; SÁ, Flávio de; COSTA, Marcos (Org.). História das Prisões no Brasil. 1ªed., v. 2, p. 155-181. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA. Correspondências. Fortaleza: Arquivo Público do Estado do Ceará, 1864-1871.

FOUCAULT, Michel. A Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

KOERNER, Andrei. O impossível panóptico tropical-escravista: práticas prisionais, política e sociedade no Brasil do século XIX. Revista Brasileira de Ciências Criminais, v. 35, p. 211-224, 2001.

LIMA (Filho), Porfírio. No tempo dos látegos e dos grilhões. Fortaleza: Typographia Progresso, 1931.

MENEZES, Antônio B. Descrição da cidade de Fortaleza. Fortaleza: EDUFC, 1996.

NOGUEIRA, Paulino. Revista do Instituto Histórico do Ceará. Fortaleza: Typographia Studart, 1889.

OLIVEIRA, Fernanda A. Os Modelos Penitenciários No Século XIX. 2007. Disponível em: http://www.ufjf.br/virtu/files/2010/05/artigo-6-a-1.pdf. Acesso em 31 ago. 2022.

OLIVEIRA, Luciano. Relendo ‘Vigiar e punir'. Dilemas-Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, v. 4, n. 2, p. 309-338, 2011.

PONTE, Sebastião Rogério. Fortaleza Belle Èpoque, reformas urbanas e controle social (1860 – 1930). Fortaleza: Demócrito Rocha, 1999.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo nª 1. Setor de Microfilmagem da Biblioteca Pública Menezes Pimentel, Fortaleza – CE, 1822.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo nª 1. Setor de Microfilmagem da Biblioteca Pública Menezes Pimentel, Fortaleza – CE, 1838.

RELATÓRIO apresentado pelo Presidente de Província José Maria Bittencourt. Rolo nº1, setor de microfilmagem, Biblioteca Pública Menezes Pimentel. Fortaleza – CE, 1841.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo nº2. Setor de Microfilmagem. Biblioteca Pública Menezes Pimentel, Fortaleza – CE, 1855.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo n.º 2. Setor de Microfilmagem. Biblioteca Pública Menezes Pimentel. Fortaleza – CE, 1858.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo nº 2. Setor de Microfilmagem. Biblioteca Pública Menezes Pimentel. Fortaleza – CE, 1863.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo nº 2. Setor de Microfilmagem. Biblioteca Pública Menezes Pimentel. Fortaleza – CE, 1864.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo nº2. Setor de Microfilmagem. Biblioteca Pública Menezes Pimentel, Fortaleza – CE,1859.

RELATÓRIO do Sr. Conselheiro André Augusto de Pádua Fleury. Rolo nº 06. Setor de Microfilmagem. Biblioteca Pública Menezes Pimentel. Fortaleza – CE, 1877-1881.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo n.º 06. Setor de Microfilmagem. Biblioteca Pública Menezes Pimentel. Fortaleza – CE, 1881.

RELATÓRIO de Presidente de Província. Rolo nº 7. Setor de Microfilmagem da Biblioteca Pública Menezes Pimentel. Fortaleza – CE, 1883.

SECRETARIA DE POLÍCIA. Regulamento da Cadeia Pública do Ceará. Fortaleza, Arquivo Público do Estado do Ceará, 1884.

SECRETARIA de Polícia. Relatório. Fortaleza: Biblioteca da Assembleia Legislativa do Ceará, 1885.

SECRETARIA DE POLÍCIA. Arrolamento da população da freguesia de Nossa Senhora do Patrocínio. Livro 355. Fortaleza: Arquivo Público do Estado do Ceará, 1887.

VICTOR, Hugo. Chefes de Polícia no Ceará. Fortaleza: Typographia Minerva, 1943.

Downloads

Publicado

2023-05-30

Como Citar

MARIZ, S. Um arremedo de penitenciária: trabalho e punição na Cadeia Pública de Fortaleza (1850 - 1889). História Revista, Goiânia, v. 27, n. 1, p. 5–24, 2023. DOI: 10.5216/hr.v27i1.73926. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/73926. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: História, trabalho e cidadania