BRASIL E ESTADOS UNIDOS NAS PERCEPÇÕES DE OLIVEIRA LIMA E SALVADOR DE MENDONÇA

Autores

  • Américo Alves de Lyra Júnior Professor do Departamento de Relações Internacionais da UFR

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v13i2.6615

Resumo

O artigo trata das percepções de Oliveira Lima e Salvador de Mendonça sobre a inserção do Brasil na América. Lima e Mendonça foram diplomatas e intelectuais que discutiram idéias ressurgidas no Brasil a partir da década de 1870, as quais se mostravam contrárias à prática do trabalho servil e simpáticas à causa republicana. Idéias que também eram comuns a outros intelectuais latinoamericanos porque tinham por “pano de fundo” reflexões acerca da doutrina Monroe e do Corolário Roosevelt. Estudamos essas idéias através de artigos jornalísticos e de obras completas dos autores, observando os discursos correntes nas décadas pesquisadas. Os discursos foram analisados a partir do conceito de geração, de Karl Mannheim, para quem as gerações são agrupamentos humanos que vislumbram a realidade de forma muito comum, pois se desenvolveram em um mesmo processo histórico e social.

 

PALAVRAS-CHAVE: doutrina Monroe, Oliveira Lima, Salvador de Mendonça.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Américo Alves de Lyra Júnior, Professor do Departamento de Relações Internacionais da UFR

Downloads

Publicado

2009-07-07

Como Citar

LYRA JÚNIOR, A. A. de. BRASIL E ESTADOS UNIDOS NAS PERCEPÇÕES DE OLIVEIRA LIMA E SALVADOR DE MENDONÇA. História Revista, Goiânia, v. 13, n. 2, 2009. DOI: 10.5216/hr.v13i2.6615. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/6615. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê