O PATRIMÔNIO MATERIAL E A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE EM NOVO HAMBURGO (RS): A FOTOGRAFIA E A CIDADE

Autores

  • Cleber Cristiano Prodanov Professor e pesquisador do Centro Universitário Feevale.
  • Claudia Schemes Professora e pesquisadora do Centro Universitário Feevale.
  • Alessander Kerber Professor e pesquisador do Centro Universitário Feevale.

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v12i2.5468

Resumo

Este artigo procura analisar a construção da identidade da cidade de Novo Hamburgo (RS), através da definição de seu patrimônio. Diversas identidades definem, em sua construção, um grupo de signos que passam a ser seus repre¬sentantes e que caracterizam e lhes dão significado. As identidades que envolvem a definição de um determinado espaço geográfico - ou seja, as identidades nacionais, regionais e de cidades - são privilegiadas na definição de certas construções ou objetos como patrimônio, exercendo, sobre eles, uma legislação e políticas de conservação para preservar esses signos identitários. A análise do patrimônio nos permite caracterizar a própria identidade que se representa através dele.

 

PALAVRAS-CHAVE: patrimônio, identidade, cidade, fotografia, Novo Hamburgo (RS).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleber Cristiano Prodanov, Professor e pesquisador do Centro Universitário Feevale.


Claudia Schemes, Professora e pesquisadora do Centro Universitário Feevale.


Alessander Kerber, Professor e pesquisador do Centro Universitário Feevale.


Downloads

Publicado

2009-01-25

Como Citar

PRODANOV, C. C.; SCHEMES, C.; KERBER, A. O PATRIMÔNIO MATERIAL E A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE EM NOVO HAMBURGO (RS): A FOTOGRAFIA E A CIDADE. História Revista, Goiânia, v. 12, n. 2, 2009. DOI: 10.5216/hr.v12i2.5468. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/5468. Acesso em: 24 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê