O MUSEU HISTÓRICO NACIONAL E AS MOEDAS DE CONSTANTINO I

Autores

  • Cláudio Umpierre Carlan Doutorando na Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v12i2.5467

Resumo

Este artigo apresenta a numismática como um documento alternativo e analisa as questões políticas relativas ao mundo romano durante o governo de Constantino I, o Grande. Enfatiza-se, nessa discussão, a importância do uso de uma variedade de fontes iconográficas, arqueológicas. Usando como fonte iconográfica a coleção numismática do acervo do Museu Histórico Nacional (RJ), analisa-se a imagem como fonte de propaganda, capaz de legitimar o poder imperial.

 

PALAVRAS-CHAVE: moeda, império, iconografia, poder, política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudio Umpierre Carlan, Doutorando na Universidade Estadual de Campinas


Downloads

Publicado

2009-01-25

Como Citar

CARLAN, C. U. O MUSEU HISTÓRICO NACIONAL E AS MOEDAS DE CONSTANTINO I. História Revista, Goiânia, v. 12, n. 2, 2009. DOI: 10.5216/hr.v12i2.5467. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/5467. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê