1804 – A População de Goiás na Transição da Mineração para a Pecuária

Autores

  • Hamilton Afonso de Oliveira Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v21i1.33600

Palavras-chave:

Goiás, população e sociedade.

Resumo

O presente ensaio pretende fazer uma análise do perfil da população de Goiás em princípios do século XIX, período que pode ser caracterizado como de transição da mineração para a pecuária. A o objetivo é traçar aspectos do perfil demográfico a partir dos dados do levantamento estatístico publicado em 1804, pelo então capitão Geral da Capitania de Goiás Francisco de Assis Mascarenhas e da obra Memória sobre o descobrimento, população e cousas mais notáveis da Capitania de Goyaz do Cônego Luis Antônio da Silva e Souza. A partir das informações descritas por Silva e Souza, sobre as principais características dos julgados então existentes em Goiás, os dados foram analisados a partir da atividade econômica dominante a partir das seguintes atividades: mineradora, agropastoril e mineradora/agropastoril. A análise comprovou além de aspectos peculiares da distribuição da população de cada região revelam, também, aspectos que caracterizam uma sociedade em transição mineração para a pecuária.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hamilton Afonso de Oliveira, Universidade Estadual de Goiás

Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista/UNESP-Franca, Mestre em História das Sociedades Agrárias pela Universidade Federal de Goiás, Professor de História do Brasil no Curso de História e do Programa de Pós-Graduação Ambiente e Sociedade da Universidade Estadual de Goiás/Câmpus-Morrinhos-GO.

Downloads

Publicado

2016-09-21

Como Citar

OLIVEIRA, H. A. de. 1804 – A População de Goiás na Transição da Mineração para a Pecuária. História Revista, Goiânia, v. 21, n. 1, p. 154–187, 2016. DOI: 10.5216/hr.v21i1.33600. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/33600. Acesso em: 7 jul. 2022.