Revista Veja, masculinidades e consumo (década de 1970)

Autores

  • Silvia Maria Fávero Arend Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Douglas Josiel Voks Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v19i2.32121

Palavras-chave:

Relações de Gênero, Masculinidades, Revista Veja

Resumo

Neste artigo buscamos investigar como se processou a construção de novas representações sociais relativas às masculinidades através de propagandas publicadas na revista Veja na década de 1970. A produção de novas masculinidades estava associada à indústria brasileira, sobretudo a relativa ao vestuário, que buscava vender novos produtos para os homens oriundos das classes médias que habitavam os centros urbanos do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Maria Fávero Arend, Universidade do Estado de Santa Catarina

Professora do Curso de Graduação e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade do Estado de Santa Catarina

Douglas Josiel Voks, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestre em História pela Universidade do Estado de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2014-12-18

Como Citar

AREND, S. M. F.; VOKS, D. J. Revista Veja, masculinidades e consumo (década de 1970). História Revista, Goiânia, v. 19, n. 2, p. 77–102, 2014. DOI: 10.5216/hr.v19i2.32121. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/32121. Acesso em: 6 jul. 2022.