Notas sobre as representações do “feminino” nas páginas da revista Brasil-Oeste.

Autores

  • Eduardo de Melo Salgueiro Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

DOI:

https://doi.org/10.5216/hr.v19i2.31222

Palavras-chave:

Mulheres, representações, revista Brasil-Oeste

Resumo

Neste texto pretendo mostrar como foram apresentadas as mulheres e a sua “feminilidade” nas páginas da revista Brasil-Oeste, mensário que circulou entre o período de 1956 e 1967. Farei uma breve consideração sobre duas colunas publicadas naquele periódico intituladas “Arte Culinária” e “Lar e Família” e que tinham como público-alvo, as mulheres. Neste sentido, minha intenção principal será problematizar algumas notas sobre as representações emitidas pela RBO, órgão de imprensa conservador, sobre a mulher e seu “papel” na sociedade, mais especificamente, no lar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-18

Como Citar

SALGUEIRO, E. de M. Notas sobre as representações do “feminino” nas páginas da revista Brasil-Oeste. História Revista, Goiânia, v. 19, n. 2, p. 129–158, 2014. DOI: 10.5216/hr.v19i2.31222. Disponível em: https://revistas.ufg.br/historia/article/view/31222. Acesso em: 6 jul. 2022.