VISITA AO MUSEU DE LOUCURA: UMA EXPERIÊNCIA DE APRENDIZAGEM SOBRE A REFORMA PSIQUIÁTRICA

Autores

  • Nadja Cristiane Lappann Botti Faculdade de Enfermagem
  • Eline Mascarenhas Cotta Faculdade de Enfermagem
  • Fabiano de Almeida Célio Faculdade de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v8i1.944

Resumo

RESUMO: O Museu da Loucura de uma cidade do interior do estado de Minas Gerais é um espaço onde arte, história e memória revelam as diferenças da psiquiatria do início do século passado e a abordagem atual. Foi realizado um estudo qualitativo com 39 acadêmicos de Enfermagem, objetivando identificar o significado da visita ao Museu da Loucura para os acadêmicos. O referencial metodológico foi o Discurso do Sujeito Coletivo e o teórico a Reforma Psiquiátrica. Os dados mostram o significado da visita como vivência potencial de aprendizagem das dimensões da Reforma Psiquiátrica ao conduzir o aluno a questionar as práticas e saberes da Psiquiatria na lógica asilar. PALAVRAS-CHAVE: Educação em Enfermagem; Saúde Mental; Reforma dos Serviços de Saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30/12/2006

Como Citar

1.
Botti NCL, Cotta EM, Célio F de A. VISITA AO MUSEU DE LOUCURA: UMA EXPERIÊNCIA DE APRENDIZAGEM SOBRE A REFORMA PSIQUIÁTRICA. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 30º de dezembro de 2006 [citado 28º de maio de 2022];8(1). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/944

Edição

Seção

Artigo Original