Adesão à prática de higienização das mãos por profissionais de saúde de um Hospital Universitário

Autores

  • Mariusa Gomes Borges Primo Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clinicas
  • Luana Cássia Miranda Ribeiro Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Enfermagem
  • Lany Franciely da Silva Figueiredo Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Enfermagem
  • Suely Cunha Albernaz Sirico Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clinicas
  • Marta Antunes de Souza Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clinicas

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v12i2.7656

Palavras-chave:

lavagem de mãos, infecção hospitalar, pessoal de saúde.

Resumo

A higienização das mãos (HM) é a medida mais simples e efetiva e de menor custo no controle das infecções relacionadas à assistência à saúde. Este estudo tem como objetivo avaliar a adesão dos profissionais da área de saúde quanto à prática de higienização das mãos. Pesquisa descritiva do tipo quantitativa realizada por meio de um banco de dados do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar de um hospital escola da região Centro-oeste. A análise foi realizada por meio do programa SPSS versão 16.0. Foram analisadas 1316 oportunidades de HM, dessas 951 (72,3%) não ocorreram à adesão a essa prática. Em relação às situações que não ocorreram à adesão, destaca-se antes da realização de procedimento não invasivo com o paciente com 24%. A adesão à HM, segundo as normas regulamentadas pelos órgãos competentes, não se apresenta incorporada à prática diária dos profissionais de saúde dessa instituição e, desta forma, ações educativas com vistas a orientar e motivar esses profissionais à prática correta e frequente de HM devem ser discutidas e implementadas.

Descritores: Lavagem de mãos; Infecção hospitalar; Pessoal de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariusa Gomes Borges Primo, Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clinicas

Enfermeira, Mestre em Medicina Tropical. Hospital das Clinicas, Universidade Federal de Goiás (UFG). Goiânia, GO, Brasil.

Luana Cássia Miranda Ribeiro, Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Enfermagem

Enfermeira, Mestranda em Enfermagem, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, UFG. Goiânia, GO, Brasil.

Lany Franciely da Silva Figueiredo, Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Enfermagem

Enfermeira. Goiânia, GO, Brasil

Suely Cunha Albernaz Sirico, Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clinicas

Enfermeira, Mestre em Saúde Coletiva. Hospital das Clinicas, UFG. Goiânia, GO, Brasil.

Marta Antunes de Souza, Universidade Federal de Goiás, Hospital das Clinicas

Médica, Infectologista, Especialista em Microbiologia. Hospital das Clinicas, UFG. Goiânia, GO, Brasil.

Downloads

Publicado

05/07/2010

Como Citar

1.
Borges Primo MG, Ribeiro LCM, da Silva Figueiredo LF, Albernaz Sirico SC, de Souza MA. Adesão à prática de higienização das mãos por profissionais de saúde de um Hospital Universitário. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 5º de julho de 2010 [citado 28º de maio de 2022];12(2):266-71. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/7656

Edição

Seção

Artigo Original