Efeito de uma capacitação em reanimação cardiopulmonar no conhecimento, satisfação e autoconfiança na aprendizagem de enfermeiros: estudo quase-experimental

Autores

  • Ana Luiza Mroczinski Centro Universitário Central Paulista (UNICEP), São Carlos, São Paulo, Brasil. E-mail: analuiza.mroczinski@gmail.com. https://orcid.org/0000-0003-2942-5515
  • Daniele Perez Gomes Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos, São Paulo, Brasil. E-mail: dgarbuio@yahoo.com.br. https://orcid.org/0000-0003-2817-0151
  • Rafaela Heloísa Rosales Centro Universitário Central Paulista (UNICEP), São Carlos, São Paulo, Brasil. E-mail: rafaela.rosales20@hotmail.com.
  • Rafael Luis Bressani Lino Centro Universitário Central Paulista (UNICEP), São Carlos, São Paulo, Brasil. E-mail: rafael.bressani.lino@gmail.com. https://orcid.org/0000-0002-5683-7040
  • Danielle Cristina Garbuio Centro Universitário Central Paulista (UNICEP), São Carlos, São Paulo, Brasil. E-mail: dgarbuio@yahoo.com.br. https://orcid.org/0000-0002-0516-5213

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v25.74071

Palavras-chave:

Reanimação Cardiopulmonar, Enfermagem, Treinamento por Simulação, Educação em Enfermagem

Resumo

Objetivo: avaliar o efeito de uma capacitação que associa abordagem teórica com simulação clínica em reanimação cardiopulmonar no conhecimento, satisfação e autoconfiança na aprendizagem de enfermeiros. Métodos: estudo quase-experimental, realizado com enfermeiros de um hospital terciário, por meio de capacitação teórica e simulação clínica de reanimação cardiopulmonar. Antes e após a capacitação foram aplicados questionários; a Escala de Satisfação do Estudante e Autoconfiança na Aprendizagem foi aplicada após a capacitação. Resultados: participaram 31 enfermeiros, 90,32% eram do sexo feminino, com média de idade de 33,93 anos (DP = 9,02). A média de acertos no questionário pré-teste foi 8,90 (DP ± 1,95) e a média de acertos pós-teste foi de 11,58 (DP ± 1,26; p < 0,001). Quanto à satisfação e autoconfiança a média geral foi 4,51 (DP ± 0,10). Conclusão: a intervenção educativa utilizada para capacitação, que associa abordagem teórica e simulação clínica em reanimação cardiopulmonar promove melhora do conhecimento dos enfermeiros em suporte básico e avançado de vida, satisfação e autoconfiança na aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Souza BT, Lopes MCBT, Okuno MFP, Batista REA, Goís AFT, Campanharo CRV. Identification of warning signs for prevention of in-hospital cardiorespiratory arrest. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2019;27:e3072. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2853.3072

Gonzalez MM, Timerman S, Oliveira RG, Polastri TF, Dallan LAP, Araújo S, et al. I Guideline for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care - Brazilian Society of Cardiology: executive summary. Arq. Bras. Cardiol. 2013 Feb; 100(2):105-13. https://doi.org/10.5935/abc.20130022

Blanco DT, Blanco IT, Sánchez EB, Castillo VC, Despaigne NG. Caracterización clínica de pacientes con parada cardiorrespiratoria. Rev. Cubana de Med. Militar [Internet]. 2018 [cited 2022 Sep 02];47(4). Available from: http://scielo.sld.cu/pdf/mil/v47n4/a05_155.pdf

Souza RP, Zanin L, Motta RHL, Ramacciato JC, Flório FM. Parada Cardiorrespiratória: avaliação teórica das condutas emergenciais de pessoas leigas. Rev. Renome. 2020 May 05;9(1):29-39. https://doi.org/10.46551/rnm23173092202090104

Silva I, Silva JC, Lima KRB, Dantas DV, Dantas RAN, Ribeiro MCO. Uso da hipotermia induzida após parada cardiorrespiratória. Enf. Bras. 2020 Mar 22;19(1):58-66. https://doi.org/10.33233/eb.v19i1.1651

Braga RMN, Fonseca ALEA, Ramos DCL, Gonçalves RPF, Dias OV. Atuação da Equipe de Enfermagem no Atendimento à Vítima de Parada Cardiorrespiratória no Ambiente Intra-Hospitalar. Rev. Aten. Saúde [Internet]. 2018 [cited 2022 Sep 02];16(56):101-7. Available from: https://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_ciencias_saude/article/view/4928

Bernoche C, Timerman S, Polastri TF, Giannetti NS, Siqueira AWS, Piscopo A, et al. Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia - 2019. Arq. Bras. Cardiol. 2019 Sep; 113(3):449-663. https://doi.org/10.5935/abc.20190203

Prestes JN, Menetrier JV. Conhecimento da equipe de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva adulta sobre a parada cardiorrespiratória. Rev. Biosaúde [Internet]. 2018 Jan 31 [cited 2022 Sep 02];19(1):1-11. Available from: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/biosaude/article/view/27905

Espíndola MCM, Espíndola MMM, Moura LTR, Lacerda LCA. Parada Cardiorrespiratória: conhecimento dos profissionais de enfermagem em uma Unidade de Terapia Intensiva. Revista de Enfermagem UFPE on line Rev. Reuol [Internet]. 2017 Jun 21 [cited 2022 Sep 02];11(7):2773-8. Available from: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/23452

Bellaguarda MLR, Knihs NS, Canever BP, Tholl AD, Alvarez AG, Teixeira GC. Simulação clínica como ferramenta de ensino na comunicação de situação crítica em cuidados paliativos. Esc. Anna Nery. 2020;24(3). https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2019-0271

Linn AC, Caregnato RCA, Souza EN. Clinical simulation in nursing education in intensive therapy: an integrative review. Rev. Bras. Enferm. 2019;72(4):1061-70. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0217

Rodrigues IDCV, Ferreira LB, Lopes DCL, Menezes HF, Rocha CCT, Silva RAR. Simulação clínica: aproveitamento e benefícios para o ensino - aprendizagem do raciocínio diagnóstico de enfermagem. Research, Society and Development. 2020 May 30;9(7):1-17. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4338

Costa RR, Medeiros SM, Coutinho VR, Veríssimo CM, Silva MA, Lucena EE. Simulação clínica no desempenho cognitivo, satisfação e autoconfiança na aprendizagem: estudo quase-experimental. Acta Paul. Enferm. 2020;33:eAPE20180123. https://doi.org/10.37689/acta-ape/2020AO01236

Linn AC, Souza EN, Caregnato RCA. Simulation in cardiorespiratory arrest: assessment of satisfaction with the learning of nursing students. Rev Esc Enferm USP. 2021;55:e20200533. https://doi.org/10.1590/1980-220X-REEUSP-2020-0533

Santos ECA, Fontes CJF, D’Artibale EF, Miravete JC, Ferreira GE, Ribeiro MRR. Simulation for teaching cardiorespiratory resuscitation by teams: setting and performance assessment. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2021;29:e3406. https://doi.org/10.1590/1518-8345.3932.3406

Nolan JP, Maconochie I, Soar J, Olasveengen TM, Greif R, Wyckoff MH, et al. Executive Summary: 2020 International Consensus on Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care Science With Treatment Recommendations. Circulation. 2020 Oct 20; 142(16):S2-27. https://doi.org/10.1161/CIR.0000000000000890

Almeida RGS, Mazzo A, Martins JCA, Baptista RCN, Girão FB, Mendes IAC. Validation to Portuguese of the Scale of Student Satisfaction and self-Confidence in Learning. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2015 Nov-Dec;23(6):1007-13. https://doi.org/10.1590/0104-1169.0472.2643

Espírito-Santo H, Daniel F. Calculating and reporting effect sizes on scientific papers (1): p < 0.05 limitations in the analysis of mean differences of two groups. Portuguese Journal of Behavioral and Social Research [Internet]. 2015 [cited 2022 Sep 02];1(1):3-16. Available from: https://rpics.ismt.pt/index.php/ISMT/article/view/14/9

Mesquita HCT, Santana BS, Magro MCS. Effect of realistic simulation combined to theory on self-confidence and satisfaction of nursing professionals. Esc. Anna Nery 2019;23(1):1-6. https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2018-0270

Requena-Mullor MDM, Alarcón-Rodríguez R, Ventura-Miranda MI, García-González J. Effects of a Clinical Simulation Course about Basic Life Support on Undergraduate Nursing Students’ Learning. Int. J. Environ. Res. Public Health. 2021 Feb 3;18(4):1409. https://doi.org/10.3390/ijerph18041409

Bergamasco EC, Murakami BM, Cruz DALM. Uso da Escala de Satisfação dos Estudantes e Autoconfiança com a Aprendizagem (ESEAA) e da Escala do Design da Simulação (EDS) no ensino de enfermagem: relato de experiência. J. Sci Med [Internet]. 2018 July-Sep [cited 2022 Sep 02];28(3):ID31036. Available from: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/scientiamedica/article/view/31036

Franklin AE, Burns P, Lee CS. Psychometric testing on the NLN student satisfaction and self-confidence in learning, simulation design scale, and educational practices questionnaire using a sample of pre-licensure novice nurses. Nurs Educ Today. 2014 Oct;34(10):1298-304. https://doi.org/10.1016/j.nedt.2014.06.011

Costa RRO, Medeiros SM, Martins JCA, Cossi MS, Araújo MS. Percepção de estudantes da graduação em enfermagem sobre a simulação realística. Rev. Cuid. 2017 Sep 01;8(3):1799-808. https://doi.org/10.15649/cuidarte.v8i3.425

Rodrigues SB, Assis GDP, Silva BS, Oliveira GCCF, Tavares LOM, Amaral GG, et al. Simulação realística na capacitação de profissionais de enfermagem em sala de vacinação. Research, Society and Development. 2021 Mar 12;10(3):1-11. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13314

Publicado

15/04/2023

Como Citar

1.
Mroczinski AL, Gomes DP, Rosales RH, Lino RLB, Garbuio DC. Efeito de uma capacitação em reanimação cardiopulmonar no conhecimento, satisfação e autoconfiança na aprendizagem de enfermeiros: estudo quase-experimental. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 15º de abril de 2023 [citado 14º de julho de 2024];25:74071. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/74071

Edição

Seção

Artigo Original