A relação dialógica permeando o cuidado de enfermagem em UTI pediátrica cardíaca

Autores

  • Patrícia Julimeire Cunha Instituto de Ensino Superior Pequeno Príncipe
  • Ivete Palmira Sanson Zagonel Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5216/ree.v8i2.7044

Palavras-chave:

Criança hospitalizada, Cuidados de enfermagem, Humanização da assistência, Teoria de enfermagem.

Resumo

Artigo de reflexão acerca do conceito de relação dialógica com a criança, família e equipe em UTIP cardíaca à luz da Teoria Humanística de Paterson e Zderad, como instrumento de humanização do cuidado de enfermagem. O processo de cuidar requer envolvimento, presença genuína, pois o ser que cuida encontra-se inteiramente presente na temporalidade e espacialidade vividos pelo ser cuidado. A ação de cuidar é singular e individual, porém há envolvimento das pessoas em uma relação dialógica de trocar, compartilhar em um movimento de mão dupla de dar e receber. Somente assim é possível tornar a prática de enfermagem humanística, efetiva e resolutiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28/08/2009

Como Citar

1.
Cunha PJ, Zagonel IPS. A relação dialógica permeando o cuidado de enfermagem em UTI pediátrica cardíaca. Rev. Eletr. Enferm. [Internet]. 28º de agosto de 2009 [citado 5º de julho de 2022];8(2). Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/7044

Edição

Seção

Artigo de Atualização