Formação inicial em Ciências do Esporte: diferenças na trajetória de mulheres e homens durante o percurso formativo de treinadoras(es)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v26.75731

Palavras-chave:

Treinadora, Treinador, Ciência do Esporte, Treinador desportivo

Resumo

Neste estudo analisou-se qualitativamente as experiências esportivas e as pessoas relevantes na trajetória de alunas(os) até a disciplina “Treinadores e Treinadoras Esportivos” do curso de Ciências do Esporte da Universidade Estadual de Campinas. Utilizamos a Rappaport Timeline com 21 alunos e 8 alunas. As mulheres relataram influência de familiares e professoras(es) de Educação Física. Os homens apresentaram experiências positivas na escola. A representatividade e o acesso ao esporte foram favoráveis aos homens e desfavoráveis às mulheres. A menor presença de mulheres no curso e como possíveis futuras treinadoras está associado a uma trajetória de menos acessos e oportunidades de vivenciar o esporte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yura Yuka Sato dos Santos, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, São Paulo, Brasil yura_sato@hotmail.com

 

 

Downloads

Publicado

2023-08-30

Como Citar

YUKA SATO DOS SANTOS, Y.; COELHO MORGAN, M.; HORTÊNCIO ALCÂNTARA, C.; RAFAELA GALATTI, L. Formação inicial em Ciências do Esporte: diferenças na trajetória de mulheres e homens durante o percurso formativo de treinadoras(es). Pensar a Prática, Goiânia, v. 26, 2023. DOI: 10.5216/rpp.v26.75731. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/75731. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais