Resenha do livro “Autodefesa: uma filosofia da violência”, de Elsa Dorlin

Autores

  • Alexandre Palma Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil palma_alexandre@yahoo.com.br

Palavras-chave:

Violência étnica, Violência de gênero, Violência, Direitos Humanos

Resumo

Trata-se de resenha do livro “Autodefesa: uma filosofia da violência”, de autoria de Elsa Dorlin, publicado pela Crocodilo Edições e Ubu Editora. O livro é constituído por um prólogo e mais oito capítulos e a edição brasileira conta com um prefácio de Judith Butler. A autora assume um posicionamento de forte resistência às diferentes formas de opressão, como o racismo, sexismo, homossexualismo etc., entendendo ser legítimo o uso da violência em contraposição à violência imposta a esses grupos. A autodefesa, assim, possibilitaria restaurar a condição de existência ou cidadania, reumanizar-se frente a um regime opressor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-08-26

Como Citar

PALMA, A. Resenha do livro “Autodefesa: uma filosofia da violência”, de Elsa Dorlin. Pensar a Prática, Goiânia, v. 25, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/71772. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Resenhas