Limitações de métodos quantitativos para acessar a experiência corpórea humana: o Body Shape Questionaire e a Escala de Silhuetas de Stunkard

The Body Shape Questionaire and the Stunkard silhouettes scale

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v25.70576

Palavras-chave:

Imagem corporal., Insatisfação corporal., Hermenêutica.

Resumo

O presente estudo objetiva realizar uma investigação sobre as fundamentações teóricas e modos práticos de acesso ao conceito de imagem corporal (IC) e insatisfação corporal, conceitos esses que buscam elucidar o modo de vivência corporal da existência. Para tanto, parte de uma revisão de literatura, construindo uma visão ampla dos métodos de investigação e conceitualização do construto IC. Os resultados apontam que a maioria das pesquisas revela que a população está insatisfeita com seu corpo. Postula-se, então, que o método de pesquisa induz esse resultado, pois move-se num círculo vicioso. Conclui afirmando a necessidade de pesquisas qualitativas que foquem a experiência de ser-no-mundo corporalmente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel César Silva Rodrigues, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, gabriel1234.gc@gmail.com

Graduando em Psicologia na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pesquisador no Grupo de Pesquisa CNPq “Psicologia, Fenomenologia Existencial e Contemporaneidade”. 

Paulo Eduardo Rodrigues Alves Evangelista, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, pauloevangelista@ufmg.br

Professor Adjunto A no Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (FAFICH – UFMG). Doutor em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela USP, Mestre em Filosofia e graduado em Psicologia pela PUC-SP. Sub-coordenador e Professor do Curso de Especialização em Psicologia Clínica: Gestalt-Terapia e Análise Existencial - UFMG. Coordenador do Grupo de Pesquisa CNPq “Psicologia, Fenomenologia Existencial e Contemporaneidade”. Publicou Psicologia Fenomenológica Existencial: A Prática psicológica à luz de Heidegger (Ed. Juruá, 2016) e artigos sobre Fenomenologia Existencial e Daseinsanalyse.

Downloads

Publicado

2022-05-27

Como Citar

CÉSAR SILVA RODRIGUES, G.; EDUARDO RODRIGUES ALVES EVANGELISTA, P. Limitações de métodos quantitativos para acessar a experiência corpórea humana: o Body Shape Questionaire e a Escala de Silhuetas de Stunkard: The Body Shape Questionaire and the Stunkard silhouettes scale. Pensar a Prática, Goiânia, v. 25, 2022. DOI: 10.5216/rpp.v25.70576. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/70576. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Ensaios