Corpo presente... na formação e no cuidado em saúde

Autores

  • Yara Maria de Carvalho Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, São Paulo, Brasil yaramc@usp.br https://orcid.org/0000-0001-8926-355X
  • Valéria Monteiro Mendes Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, São Paulo, Brasil valeriamm@usp.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v25.69870

Palavras-chave:

Corpo, Formação acadêmica, Saúde, Cuidado, Pandemia covid-19

Resumo

A pandemia atualizou a crítica que pesquisadores vinham desenvolvendo desde a década de 1980 na educação física, a respeito do higienismo. A categoria atividade física não responde e não corresponde com as regras de vigilância sanitária necessárias ao controle da infecção. A atividade física não previne a infecção e o incentivo à prática, sobretudo em ambientes fechados, favorece a contaminação. De outra perspectiva, os corpos “das ruas” não se satisfazem com as respostas dos manuais e guias. Os profissionais precisam abrir os olhos, os corações e as mentes para a construção de movimentos de composição com as cidades e as lutas em defesa de todas as vidas e não se perder dos estudantes, futuros profissionais cuidadores da saúde e das vidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-02-25

Como Citar

MARIA DE CARVALHO, Y.; MONTEIRO MENDES, V. . Corpo presente... na formação e no cuidado em saúde. Pensar a Prática, Goiânia, v. 25, 2022. DOI: 10.5216/rpp.v25.69870. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/69870. Acesso em: 3 jul. 2022.

Edição

Seção

Seção temática - Covid 19 e os desafios para a Educação Física