Sentidos construídos por atletas de elite sobre a abertura dos jogos olímpicos da juventude de Buenos Aires

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v24.68575

Palavras-chave:

Jogos Olímpicos da Juventude, Cerimônia de abertura, Sentidos

Resumo

O objetivo do presente estudo é compreender os sentidos construídos por atletas de elite sobre a sua experiência de participação na abertura dos Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires. Para tanto, o propósito desta investigação apontou para uma abordagem de natureza qualitativa, a partir dos pressupostos teórico-metodológicos da etnometodologia. Os resultados apontaram que a cerimônia de abertura representou para os atletas entrevistados uma espécie de ‘rito de passagem’, compondo-se pela incorporação dos etnométodos próprios a um determinado grupo de elite esportiva. Conclui-se que a produção de sentidos destes sujeitos foi mediada pela identificação de alguns símbolos e ritos que também aparecem na versão adulta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thayse Mayan Alarcon Ferreira, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestre pela Universidade Federal do Espírito Santo

Otávio Tavares, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutor pela Universidade Gama Filho. Professor da Universidade Federal do Espírito Santo.

Downloads

Publicado

01-10-2021

Como Citar

Souza, A. L. de, Ferreira, T. M. A. ., & Tavares, O. (2021). Sentidos construídos por atletas de elite sobre a abertura dos jogos olímpicos da juventude de Buenos Aires. Pensar a Prática, 24. https://doi.org/10.5216/rpp.v24.68575

Edição

Seção

Artigos Originais