ESPORTE E ESCOLA: FERRAMENTA PARA AVALIAR A QUALIDADE DAS ATIVIDADES EXTRACURRICULARES EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO

Autores

  • Luciana Melloni Rocco de Oliveira Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasil)
  • Carlos Affonso Sartore Salles Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasi)l
  • Fernando de Andrade Franco Malagrino Universidade de São Paulo (Brasil) Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasil)
  • Leandro Carlos Mazzei Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (Brasil), Vrije Universiteit Brussel (Bélgica) Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasil)
  • Ary José Rocco Júnior Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (Brasil) Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasil)

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v18i2.32290

Palavras-chave:

Esporte, Qualidade Percebida, Atividade Extracurricular

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o esporte como serviço, enquanto atividade extracurricular oferecida por uma instituição particular de ensino básico da cidade de São Paulo, utilizando um instrumento já muito utilizado na área da administração, o SERVQUAL. A partir da opinião dos pais (responsáveis pelo pagamento do serviço) de alunos regularmente matriculados nas atividades esportivas extracurriculares, os resultados permitiram diagnosticar as necessidades de melhorias quanto ao serviço que é oferecido pela instituição de ensino. Concluiu-se que o SERVQUAL pode ser útil para os profissionais de educação física que coordenam atividades esportivas extracurriculares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Melloni Rocco de Oliveira, Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasil)

Mestrando do Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão do Esporte da Universidade Nove de Julho – PMPA/GE.

Carlos Affonso Sartore Salles, Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasi)l

Mestrando do Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão do Esporte da Universidade Nove de Julho – PMPA/GE.

Fernando de Andrade Franco Malagrino, Universidade de São Paulo (Brasil) Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasil)

Docente do Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão do Esporte da Universidade Nove de Julho – PMPA/GE. Doutorando Faculdade de Administração e Economia da Universidade de São Paulo, São Paulo-SP, Brasil.

Leandro Carlos Mazzei, Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (Brasil), Vrije Universiteit Brussel (Bélgica) Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasil)

Docente do Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão do Esporte da Universidade Nove de Julho – PMPA/GE. Doutorando em Educação Física na Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, São Paulo-SP, Brasil e na Vrije Universiteit Brussel, Bélgica.

Ary José Rocco Júnior, Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (Brasil) Universidade Nove de Julho de São Paulo (Brasil)

Docente do Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão do Esporte da Universidade Nove de Julho – PMPA/GE e da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, São Paulo-SP, Brasil.

Downloads

Publicado

2015-06-30

Como Citar

OLIVEIRA, L. M. R. de; SALLES, C. A. S.; MALAGRINO, F. de A. F.; MAZZEI, L. C.; ROCCO JÚNIOR, A. J. ESPORTE E ESCOLA: FERRAMENTA PARA AVALIAR A QUALIDADE DAS ATIVIDADES EXTRACURRICULARES EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 18, n. 2, 2015. DOI: 10.5216/rpp.v18i2.32290. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/32290. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais