O AGENDAMENTO DOS JOGOS RIO 2016: TEMAS E TERMOS PARA DEBATE

Autores

  • Pedro Athayde Universidade de Brasília
  • Fernando Mascarenhas Universidade de Brasília
  • Wagner Barbosa Matias Universidade de Brasília
  • Natália Nascimento Miranda Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v16i3.19270

Palavras-chave:

Public policy, Public Agenda, Sports, Olympics

Resumo

A formação da agenda compreende um momento decisivo na formulação de políticas públicas, delimitando objetos de intervenção governamental. Neste sentido, buscamos analisar os temas e termos que perpassam o agendamento dos Jogos Rio 2016. A pesquisa se baseou em levantamento documental construído a partir de fontes institucionais e mídia impressa, discutidos com apoio na técnica de análise de conteúdo. Permitiu mapear os interesses que perpassaram a candidatura carioca a sede dos Jogos Olímpicos, identificar as tendências da política esportiva brasileira e discutir a relação público-privado no contexto de organização dos Jogos, bem como apontar desafios para a agenda de pesquisas sobre megaeventos esportivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Athayde, Universidade de Brasília

Doutorando em Política Social da Universidade de Brasília.

Fernando Mascarenhas, Universidade de Brasília

Professor Doutor da Universidade de Brasília.

Wagner Barbosa Matias, Universidade de Brasília

Mestrando em Educação Física da Universidade de Brasília.

Natália Nascimento Miranda, Universidade de Brasília

Acadêmica de Educação Física e Bolsista de Iniciação Científica da Universidade de Brasília.

Downloads

Publicado

2013-09-30

Como Citar

ATHAYDE, P.; MASCARENHAS, F.; MATIAS, W. B.; MIRANDA, N. N. O AGENDAMENTO DOS JOGOS RIO 2016: TEMAS E TERMOS PARA DEBATE. Pensar a Prática, Goiânia, v. 16, n. 3, 2013. DOI: 10.5216/rpp.v16i3.19270. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/19270. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais