TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: DAS TENSÕES HISTÓRICAS ÀS POSSIBILIDADES DE SUPERAÇÃO

Autores

  • Cristiano Mezzaroba Universidade Federal de Sergipe
  • Fabio Zoboli Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v16i3.19248

Palavras-chave:

Educação Física escolar, Teoria e prática, Práxis pedagógica

Resumo

O presente ensaio trata da problemática da teoria e da prática no âmbito da Educação Física (EF) escolar. Ao versar sobre este litígio histórico o texto tem como objetivo vislumbrar possibilidades de superação da mesma. Para tanto foi feito um estudo bibliográfico a fim de estabelecermos as tensões que pautam tal relação na EF para posteriormente trazermos subsídios teóricos que apontem o suplantar de tal binário. Concluiu-se que a oposição entre teoria e prática teve muitos avanços em termos acadêmicos nessas três últimas décadas no campo da EF, mas ainda falta que esse avanço chegue com a mesma força no âmbito escolar. O que prevalece é um conservadorismo histórico, ora aliviado por projetos bastante localizados e bem sucedidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiano Mezzaroba, Universidade Federal de Sergipe

Licenciado em Educação Física e Ciências Sociais/UFSC

Mestre em Educação Física/UFSC

Coordenador LaboMidia/UFS

Prof. Depto Educação Física/Universidade Federal de Sergipe

http://lattes.cnpq.br/1835801891069733


Fabio Zoboli, Universidade Federal de Sergipe

Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor do Departamento de Educação Física da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Membro do grupo de pesquisa CEMEFEL-SE “Corpo, cultura e Educação Física” e do LaboMídia - Laboratório e Grupo de estudos Observatório da Mídida esportiva (UFSC)

http://lattes.cnpq.br/0682121655932961

Downloads

Publicado

2013-09-30

Como Citar

MEZZAROBA, C.; ZOBOLI, F. TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: DAS TENSÕES HISTÓRICAS ÀS POSSIBILIDADES DE SUPERAÇÃO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 16, n. 3, 2013. DOI: 10.5216/rpp.v16i3.19248. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/19248. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Ensaios