A INCIDÊNCIA DO CONTRA-ATAQUE EM JOGOS DE FUTSAL DE ALTO RENDIMENTO

Autores

  • Wilton Carlos Santana Unopar

DOI:

https://doi.org/10.5216/rpp.v10i1.142

Palavras-chave:

Esporte, Jogo, Rendimento

Resumo

O objetivo deste estudo foi o de analisar a incidência do contra-ataque em jogos de futsal de alto rendimento. Foi observada uma amostra de 28 jogos da Liga Nacional, transmitidos pela televisão e gravados em fitas VHS. Para a análise dos resultados, optou-se pela estatística descritiva e percentual. De um total de 521 contra-ataques, 78% foram individuais, ora precedidos da interceptação de passe, ora do desarme; 28,22% foram assistidos, ora por jogador de linha, ora pelo goleiro. Conclui-se que o contra-ataque acontece individual e coletivamente, ações defensivas o provocam e, além do jogador de linha, o goleiro participa. Sugere-se que o seu treino seja feito a partir de formações variadas, que se estimulem ações defensivas e a participação do goleiro. PALAVRAS-CHAVE: esporte – jogo – rendimento

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wilton Carlos Santana, Unopar

Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - Departamento Esporte

Downloads

Publicado

2007-03-27

Como Citar

SANTANA, W. C. A INCIDÊNCIA DO CONTRA-ATAQUE EM JOGOS DE FUTSAL DE ALTO RENDIMENTO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 10, n. 1, p. 153–162, 2007. DOI: 10.5216/rpp.v10i1.142. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/142. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais