Estética contemporânea da periferia no documentário nacional: estudo sobre O Rap do Pequeno Príncipe contra as Almas Sebosas

Autores

  • Fábio Rocha Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v11i2.7488

Palavras-chave:

Estéica. Hip-Hop.Pós Modernismo.Periferia. Filme Documentário

Resumo

O ensaio nota em O Rap do Pequeno Príncipe contra as Almas Sebosas (Paulo Caldas e Marcelo Luna, 2000) a formação de uma estética baseada no cruzamento da violência urbana com a produção artística das subculturas periféricas. A hipótese é que o filme utiliza a cadência do hip hop para propor uma ficção realista, encaixandose nas dimensões do pós-moderno.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-09-18

Como Citar

ROCHA, F. Estética contemporânea da periferia no documentário nacional: estudo sobre O Rap do Pequeno Príncipe contra as Almas Sebosas. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 11, n. 2, p. 208–215, 2009. DOI: 10.5216/c&i.v11i2.7488. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/7488. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos