Divulgação científica em agronegócio:

análise do Suplemento do Campo do jornal O Popular

Autores

  • Marina Muniz Mendes Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, GO, Brasil, marinamunizmendes@gmail.com
  • João de Melo Maricato Universidade de Brasília, (UnB), Brasília, DF, Brasil, jmmaricato@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v24.63101

Palavras-chave:

Divulgação Científica. Jornalismo Científico. Jornalismo em Agribusiness.

Resumo

Objetiva-se teoricamente debater a divulgação de questões científicas na cobertura jornalística especializada em agronegócio. Empiricamente, investiga o tema a partir da análise de conteúdo qualiquantitativa de 265 reportagens de capa do Suplemento do Campo, encarte do jornal O Popular, publicadas entre 1988 e 2015. Observa-se preferência por entrevistados vinculados a empresas privadas, também fontes ligadas à Embrapa, Emater e universidades, pouca utilização dos termos ciência e inovação, uso recorrente da expressão nova tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Muniz Mendes, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, GO, Brasil, marinamunizmendes@gmail.com

Doutoranda em Arte e Cultura Visual na Universidade Federal de Goiás. Mestra em Comunicação pela UFG. Especialista em Assessoria de Comunicação e Marketing pela UFG e em Artes Visuais pelo Senac Goiás. Graduada em Jornalismo pela UFG.

João de Melo Maricato, Universidade de Brasília, (UnB), Brasília, DF, Brasil, jmmaricato@gmail.com

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo. Professor do programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade de Brasília.

Referências

BUENO, W. Jornalismo científico, lobby e poder. Parcerias estratégicas, Brasília, v. 6, n. 13, p. 168-200, 2001.

BUENO, W. Jornalismo científico no Brasil: os compromissos de uma prática dependente. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1984.

BUNGE, M. La ciencia: su método y su filosofia. Buenos Aires: Sudamericana, 1997.

BURKETT, W. Jornalismo científico: como escrever sobre ciência, medicina e alta tecnologia para os meios de comunicação. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1990.

JORNAL O POPULAR. Goiânia: Organização Jaime Câmara, ano 27, n. 1.420, p. 2, 17 abr. 2015. Suplemento do Campo.

JORNAL O POPULAR. Goiânia: Organização Jaime Câmara, ano 9, n. 456, p. 9, 2 nov. 1996a. Suplemento do Campo.

JORNAL O POPULAR. Goiânia: Organização Jaime Câmara, ano 9, n. 463, p. 9, 21 dez. 1996b. Suplemento do Campo.

JORNAL O POPULAR. Goiânia: Organização Jaime Câmara, ano, 10, n. 519, p. 7, 10 jan. 1998. Suplemento do Campo.

MASSARANI, L.; MOREIRA, I. Science communication in Brazil: s historical review and considerations about the current situation. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 88, n. 3, p. 1577–1595, 2016.

MEADOWS, A. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos, 1999.

PORTO, C. (org.). Difusão e cultura científica: alguns recortes. Salvador: EDUFBA, 2009.

PRICE, D. O homem e a ciência desde a babilônia. Belo Horizonte: Itatiaia, 1976.

SCHWARTZMAN, S. Modos de produção do conhecimento científico e tecnológico e as oportunidades para o setor de ensino superior particular. In: ENCONTRO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO NAS IES PARTICULARES, 6., 2005, Salvador. Anais [...]. Salvador: [s. n.], 2005. Disponível em: www.schwartzman.org.br/simon/2005_salvador.pdf. Acesso em: 13 set. 2018, 2005.

SCHUMPETER, J. Capitalismo, socialismo e democracia. São Paulo: UNESP, 2017.

VOGT, C. (org.). Cultura cientifica: desafios. São Paulo: EDUSP: FAPESP, 2006.

Downloads

Publicado

16-08-2021

Como Citar

MENDES, M. M.; DE MELO MARICATO, J. Divulgação científica em agronegócio:: análise do Suplemento do Campo do jornal O Popular. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 24, 2021. DOI: 10.5216/ci.v24.63101. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/63101. Acesso em: 2 dez. 2021.