A construção midiática do herói

a representação de Rafaela Silva na Folha de São Paulo nos Jogos Olímpicos/Rio 2016

Autores

  • Alessandra Fernandes Feltes Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, Brasil, alessandrafeltes@gmail.com http://orcid.org/0000-0002-1806-4956
  • Liliane Schneider Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, Brasil, lilischneider19@gmail.com
  • Eduardo Gabriel Sebastiany Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, Brasil, eduardo_n8@hotmail.com
  • Norberto Kuhn Junior Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, Brasil, nkjunior@feevale.br
  • Gustavo Roese Sanfelice Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, Brasil, sanfeliceg@feevale.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v24.62570

Resumo

Analisa a cobertura do jornal Folha de São Paulo acerca da judoca Rafaela Silva durante os Jogos Olímpicos Rio/2016. Essa pesquisa é do tipo qualitativa/descritiva, tendo como corpus todas as edições do Jornal Folha de São Paulo do período de 28 de julho à 27 de agosto de 2016. Os resultados foram divididos em três categorias temporais: Pré-evento, Disputa, Pós-disputa. A análise dos dados foi realizada por meio da triangulação por fontes, teórica e reflexiva. É possível afirmar que Rafaela Silva foi negligenciada pela cobertura da Folha até se consagrar com a vitória. A partir desse momento, o jornal utiliza sua imagem como um símbolo de esperança, sobretudo de superação por todos os desafios que atleta ultrapassou. Por isso, sua história passa a ser explorada e é trazida pelo jornal para que a sociedade se identifique com a atleta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Fernandes Feltes, Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, Brasil, alessandrafeltes@gmail.com

Mestranda do programa de Pós-graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social da Universidade Feevale (Novo Hamburgo) com bolsa CAPES taxas e graduada no curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Feevale (2014). Atualmente é professora de dança e de Educação Física na Instituição Evangélica e Novo Hamburgo. Tem por âmago e objetivo relacionar suas problemáticas cotidianas a realidade acadêmica e científica, envolvida e inserida no projeto da instituição: O agendamento da Copa do mundo de Futebol no Brasil em 2014, sob a ótica dos jornais Folha de São Paulo/Brasil e El Pais/Espanha. Tem experiência na área de Educação Física, discussões de mídia, práticas sócio culturais, educação infantil e dança, com ênfase em Educação Física.

Gustavo Roese Sanfelice, Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, Brasil, sanfeliceg@feevale.br

Coordenador do Pós-Graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social. Doutor em Comunicação pela Universidade do Vale do Sinos/RS.

Referências

AMARO, F.; HELAL, R. Heroísmo e olimpismo: a narrativa da Folha de São Paulo sobre os atletas brasileiros medalhistas nas Olimpíadas de Londres (2012). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 36., 2013, Manaus. Anais [...]. Manaus: Intercom, 2013.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

CAMPBELL, J. O herói de mil faces. São Paulo: Cultrix, 1995.

BRASIL. Decreto-Lei nº 3.199, de 14 de abril de 1941. Estabelece as bases de organização dos desportos em todo o país. Brasília: Presidência da República, 1941. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/1937-1946/del3199.htm. Acesso em: 3 nov. 2019.

CAVALCANTI, E. A.; CAPRARO, A. M. O mito do herói: uma análise a partir do discurso da Folha de S.Paulo acerca do caso Ronaldo na Copa do Brasil de 2009. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 30, n. 3, 2016.

COI. Comitê Olímpico Internacional. Documentos do COI. [S. l.]: COB, 2016. Disponível em: https://www.cob.org.br/pt/cob/documentos/comite-olimpico-internacional. Acesso em: 4 fev. 2018.

DIJK, T. A. V. La noticia como discurso: comprensión, estructura y producción de la información. Barcelona: Paidós Comunicación, 1990.

FOLHA DE S.PAULO. Acervo Folha. São Paulo, 2016. Edições 31.116 a 31.147. Disponível em: https://acervo.folha.com.br/index.do. Acesso em: 4 fev. 2018.

GOELLNER, S. V. Jogos Olímpicos: a generificação de corpos performantes. Revista USP, n. 108, p. 29-38, jan./mar. 2016.

GUITIÉRREZ, B. La categorización masculina del mundo a través del lenguaje verbal de los medios. En: LÓPEZ, P. Manual de información en género. Madrid: IORTV, 2004. cap.3, p. 95-105.

HELAL, R. Mídia, construção da derrota e o mito do herói. Motus Corporis, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, 1998.

KATZ, E. Os acontecimentos mediáticos: o sentido de ocasião. In: TRAQUINA, N. (org). Jornalismo: questões, teorias e “estórias”. Lisboa: Vega, 1999.

MARÍN, J. M.; BIANCHI, P. Rafaela Silva y Carolina Marín. Representación mediática de heroínas Olímpicas en Los Juegos Rio 2016. Animus, v. 18, n. 37, 2019.

MOURA, D. L. et al. Esporte, mulheres e masculinidade. Esporte e Sociedade, Rio de Janeiro, n. 13, 2009/2010.

MULLER, L. O herói: todos nascemos para ser heróis. São Paulo: Cultrix; 1987.

PRADO, V.; ALTMANN, H. R. A Condutas naturalizadas na educação física: uma questão de gênero? Currículo sem Fronteiras, São Paulo, v. 16, n. 1, p. 59-77, jan./abr. 2016.

RUBIO, K. O trabalho do atleta e a produção do espetáculo esportivo. Revista Electrônica de Geografia y Ciencias Sociales. 2002. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/sn/sn119-95.htm. Acesso em: 4 fev. 2018.

RUBIO, K.; SIMÕES, A. C. De espectadoras a protagonistas: a conquista do espaço esportivo pelas mulheres. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 5, n. 11, p. 50-56, 1999.

SÁNCHEZ, M.; CAFFAREL, C. Los medios de comunicación como constructores de sentido y significado. En: LÓPEZ, P. Manual de información en género. Madrid, IORTV, cap.7, p. 201-217, 2004.

SANFELICE, G. R. Processos midiáticos no campo esportivo. Curitiba: Appris, 2018.

SALVINI, L.; JÚNIOR, W. M. Uma história do futebol feminino nas páginas da Revista Placar entre os anos de 1980-1990. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 95-115, jan/mar 2013.

TRAQUINA, N. Teorias do jornalismo: porque as notícias são como são. 2. ed. Florianópolis: Insular, 2005.

Downloads

Publicado

11-08-2021

Como Citar

FELTES, A. F.; SCHNEIDER, L.; SEBASTIANY , E. G.; KUHN JUNIOR, N.; SANFELICE, G. R. A construção midiática do herói: a representação de Rafaela Silva na Folha de São Paulo nos Jogos Olímpicos/Rio 2016. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 24, 2021. DOI: 10.5216/ci.v24.62570. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/62570. Acesso em: 28 nov. 2021.