Arcaísmo, cibercultura e reencantamento do mundo: as dobras do cotidiano tecnológico

Autores

  • Michel Maffesoli Paris V-Sorbonne

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v21i2.54305

Palavras-chave:

Cibercultura, Cotidiano, Comunicação de Massa, Pós-modernidade

Resumo

Resumo : O projeto moderno do “tudo-tecnológico” mudou. Paradoxalmente, a tecnologia invade nossas vidas, mas, agora, introduzindo, devido a sua própria forma, características plurais inerentes tanto à magia quanto ao arcaísmo do ser humano. Este artigo, pois, seguindo o que poderíamos denominar “dobras do cotidiano tecnológico”, navega, portanto, por questões que nos remetem aos paradigmas em Thomas Kuhn, à figura mítica do Golem na Cabala Judaica ou à cibercultura de variadas sincronias. Sincronicidade essa que, para Nietzsche, se dá no justo encontro entre nossas origens e o futuro.

 


[1] Tradução: Prof. Dr. Eduardo Portanova Barros. Professor Visitante do PPG em Comunicação da Faculdade de Informação e Comunicação da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michel Maffesoli, Paris V-Sorbonne

Professor Emérito da Sorbonne e membro do Instituto Universitário da França. Autor de "O tempo das tribos. O declínio do individualismo nas sociedades de massa" (Rio de Janeiro: Forense, 2014, 5ª ed.), "A violência totalitária. Ensaio de Antropologia Política" (Porto Alegre: Sulina, 2001) e "Sobre o nomadismo. Vagabundagens pós-modernas" (Rio de Janeiro: Record, 2001), entre outros. Fundador do Centre d´Études sur l´Actuel et le Quotidien (CEAQ).

Downloads

Publicado

30-10-2018

Como Citar

MAFFESOLI, M. Arcaísmo, cibercultura e reencantamento do mundo: as dobras do cotidiano tecnológico. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 21, n. 2, p. 4–18, 2018. DOI: 10.5216/ci.v21i2.54305. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/54305. Acesso em: 29 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos